Encruzilhada (Bahia)

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Encruzilhada.
Encruzilhada
  Município do Brasil  
Hino
Apelido(s) "Enguna"
Gentílico encruzilhadense
Localização
Localização de Encruzilhada na Bahia
Localização de Encruzilhada na Bahia
Encruzilhada está localizado em: Brasil
Encruzilhada
Localização de Encruzilhada no Brasil
Mapa de Encruzilhada
Coordenadas 15° 31' 51" S 40° 54' 32" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Vitória da Conquista, Ribeirão do Largo, Mata Verde, Divisópolis, Cândido Sales, Divisa Alegre, Pedra Azul, Macarani
Distância até a capital 607 km
História
Fundação 1825 (195 anos)
Emancipação 12 de dezembro de 1952
Aniversário 12 de dezembro
Administração
Prefeito(a) Wekisley Teixeira Silva (PMDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 2 041,093 km²
População total (IBGE/2010[2]) 23 786 hab.
Densidade 11,7 hab./km²
Clima semiárido (BSh)
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [3]) 0,544 baixo
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 102 710,438 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 4 695,33

Encruzilhada é um município Brasileiro localizado no estado da Bahia.

HistóriaEditar

Em 1825, o sertanejo Antônio Carlos Cerqueira, vindo provavelmente da região de Condeúba à procura de um local para melhores negócios, estabeleceu-se às margens do rio água preta, instalou-se então uma selaria no cruzamento de estradas do estado de Minas Gerais, para o sul e sudoeste da Bahia, a fim de prover melhor acesso aos produtores de sua fabricação, por esse cruzamento, forçando os boiadeiros e tropeiros, procedentes do estado de Minas Gerais. Esse fato deu origem ao nome de Encruzilhada.

Muito embora localizada em zona pecuária por excelência, evoluia com certa lentidão. Poucos anos depois, em 1891, é inaugurada uma grande casa comercial, sendo seu proprietário o Coronel da Guarda Nacional: João de Paula Moreira, que mais tarde viria a ser intendente municipal. O arraial de Encruzilhada foi elevado á categoria de vila pela Lei Estadual nº 1483, de 17 de junho de 1921, que também criou o município; desmembrando de Vitória da Conquista. Sua instalação ocorreu em 1 de janeiro de 1922. Foi elevada a categoria de Distrito pela Lei Municipal nº 4, aprovada pela Lei Estadual nº 1.708, de 13 de junho de 1924, que mais tarde criou também o distrito de Capinarama. Nas divisões territoriais de 1936 a 1937 e no quadro anexo ao Decreto Lei Estadual que regula o assunto, o município aparece formado pelos distritos de Encruzilhada (sede), Campinas, Macarani e Ribeirão do Salto.

A Lei Estadual nº 141 de 31 de dezembro de 1943 transferiu a sede do município de Encruzilhada para Macaraní, ficando Encruzilhada como Vila. Pela Lei Estadual nº 511 de 12 de dezembro de 1952, o município de Encruzilhada foi restaurado, desmembrando do município de Macaraní.

Limites e fronteirasEditar

EconomiaEditar

A principal atividade econômica é agricultura, tendo o município atualmente mais de 20.000.000 (vinte milhões) DE pés de café. Além do café tem ainda: feijão, milho, mandioca, arroz, laranja e batata-doce. A pecuária é outro tipo de atividade que desde o início de sua fundação até os dias atuais têm se desenvolvido. Encontrando-se grande quantidade de bovinos, suínos, eqüinos e caprinos.

Pequenas indústrias de queijo, requeijão, farinha, manteiga, telhas, tijolos e cachaça. Na mineração o solo é muito rico em minérios, porém sua exploração tem sido feita de forma rudimentar. Podemos destacar alguns minerais encontrados em jazidas exploradas e não exploradas.

Distância do municípioEditar

  • Encruzilhada – Vitória da conquista: 97 km
  • Encruzilhada – Salvador: 607 km
  • Encruzilhada - Mata verde:28 km

ÁreaEditar

A área do município de Encruzilhada é de aproximadamente: 2.362 quilômetros quadrados.

População atualEditar

A população é de aproximadamente 23.000 habitantes, incluindo todos os distritos. Estima-se que na sede haja pouco mais de 10.000 habitantes.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 14 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço relacionado ao WikiProjeto Nordeste do Brasil. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.