Ennio Antonelli

Ennio Antonelli
Cardeal da Igreja Católica
Presidente emérito do Pontifício Conselho para a Família
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Serviço pastoral Pontifício Conselho para a Família
Nomeação 7 de junho de 2008
Predecessor Dom Alfonso Cardeal López Trujillo
Sucessor Dom Vicenzo Paglia
Mandato 2008 - 2012
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 2 de abril de 1960
Concatedral da Santíssima Anunciata
por Dom Ilario Alcini
Nomeação episcopal 25 de maio de 1982
Ordenação episcopal 29 de agosto de 1982
Concatedral da Santíssima Anunciata
por Dom Decio Lucio Grandoni
Nomeado arcebispo 6 de outubro de 1988
Cardinalato
Criação 21 de outubro de 2003
por Papa João Paulo II
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santo André do Fratte
Brasão
Coat of arms of Ennio Antonelli.svg
Lema VOLUNTAS DEI, PAX NOSTRA
Dados pessoais
Nascimento Todi
18 de novembro de 1936 (84 anos)
Nacionalidade italiano
Funções exercidas -Bispo de Gubbio
-Arcebispo de Perugia-Città della Pieve
-Arcebispo de Florença
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Ennio Antonelli (Todi,18 de novembro de 1936) é um cardeal da Igreja Católica italiano e presidente emérito do Pontifício Conselho para a Família no Vaticano.

BiografiaEditar

Iniciou seus estudos no Seminário Episcopal de Todi, quando foi estudar no Liceu do Seminário Regional de Assis. Depois, foi a Roma como aluno do Pontifício Seminário Romano e completou sua formação filosófica e teológica na Pontifícia Universidade Lateranense. Mais tarde, ele estudou na Universidade de Perúgia, onde obteve o doutorado em letras clássicas.[1]

Foi ordenado padre em 2 de abril de 1960, na Concatedral da Santíssima Anunciata, em Todi, por Ilario Alcini, arcebispo-titular de Niceia, visitante dos seminários italianos, sendo incardinado na diocese de Todi.[1][2] Foi professor, vice-reitor e reitor do Seminário de Perugia, professor de teologia dogmática no Seminário Regional de Assis de 1968 a 1983 e professor de história da arte nos Institutos Superiores de Assis e Deruta.[1]

Eleito bispo de Gubbio em 25 de maio de 1982, sendo consagrado em 29 de agosto, na Concatedral da Santíssima Anunciata por Décio Lucio Grandoni, bispo de Orvieto e de Todi, coadjuvado por Santo Bartolomeo Quadri, bispo de Terni e Narni, e por Antonio Fustella, bispo de Saluzzo.[1][2]

Promovido à sé metropolitana de Perugia-Città della Pieve em 6 de outubro de 1988, renunciou ao governo pastoral da arquidiocese em 26 de maio de 1995. Em 21 de março de 2001, foi nomeado para a Arquidiocese de Florença.[1][2]

Em 21 de setembro de 2003, foi anunciada a sua criação como cardeal pelo Papa João Paulo II, no Consistório de 21 de outubro, em que recebeu o barrete vermelho e o título de cardeal-presbítero de Santo André do Fratte.[1][2][3]

Ocupou a sé florentina até 7 de junho de 2008, quando foi nomeado pelo Papa Bento XVI para chefiar o Pontifício Conselho para a Família.[1][2] Exerceu a presidência do dicastério até 26 de junho de 2012, quando completou 75 anos e pediu sua renúncia.[2]

ConclavesEditar

Referências

  1. a b c d e f g The Cardinals of the Holy Roman Church
  2. a b c d e f Catholic Hierarchy
  3. Juan Pablo II: ÁNGELUS. Anuncia nombramiento de nuevos cardenales. Publicado em 28 de setembro de 2003

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ennio Antonelli

Precedido por:
Dom Cesar Pagani
 
Bispo de Gubbio

19821988
Sucedido por:
Dom Pietro Bottaccioli
 
Arcebispo de Perugia-Città della Pieve

19881995
Sucedido por:
Dom Giuseppe Chiaretti
Precedido por
Dom Silvano Cardeal Piovanelli
 
Arcebispo de Florença

20012008
Sucedido por
Dom Giuseppe Cardeal Betori
Precedido por
Dom Thomas Cardeal Winning
 
Cardeal-presbítero de Santo André do Fratte

2003
Sucedido por
incumbente
Precedido por
Dom Alfonso Cardeal López Trujillo
 
Presidente do
Pontifício Conselho para a Família

20082012
Sucedido por
Dom Vicenzo Paglia