Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2013). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A Enseada do Suá é um bairro, localizado em Vitória, no Espírito Santo.

Apesar de possuir um número considerável de edifícios residenciais, o bairro é predominantemente voltado para atividades comerciais e empresariais.

Índice

CaracterísticasEditar

É um dos bairros mais famosos da cidade. Atualmente tem ganhado destaque em decorrência de seu bom urbanismo e de seus edifícios contemporâneos. A Enseada do Suá é um dos centros financeiros de Vitória.

O bairro abriga o maior shopping da cidade (o Shopping Vitória), a Terceira Ponte (parte correspondente à Vitória), a Praça do Papa, três consulados (Consulado Honorário da Alemanha, Consulado da Áustria e o Consulado da Guatemala), além de variados órgãos jurisdicionais, administrativos e legislativos, tais como o Tribunal de Justiça, o Tribunal de Contas, a Assembléia Legislativa e abrigará as futuras sedes da Justiça Federal, do Tribunal Regional do Trabalho e da Secretaria da Fazenda Estadual.

HistóriaEditar

O aterro de toda a área da Enseada do Suá foi realizado na década de 1970 pela empresa denominada COMDUSA (Companhia de Melhoramentos e Desenvolvimento Urbano). Grande parte desta área foi reservada ao uso institucional e comercial como forma de transferir parte das atividades que até então eram desenvolvidas no Centro da Cidade.

A obra foi finalizada em 1978, acabando com várias praias, inclusive a existente na Praia do Suá. Na época, foi proposto um plano de estruturação de uma zona institucional no aterro do Suá, transportando para a área serviços administrativos estaduais. Entre os vários objetivos desse plano de estruturação constava o descongestionamento do centro de Vitória.

A única área residencial se localizava próximo a Terceira Ponte, com cerca de 200 lotes e área média de 420 m2, de acordo com a mídia impressa. Estes lotes foram vendidos pela Condusa em condições especiais, através de licitação, na modalidade Concorrência, na qual, os interessados entregavam uma carta lacrada contendo o valor do lance.[1]

Entretanto, percebe-se que a função do bairro está em processo de modificação, pois diferentemente do planejado, em que apenas uma área da Enseada do Suá era destinada ao uso residencial, atualmente estão sendo erguidos edifícios modernos, de uso comercial, residencial e de uso misto.

Praça do PapaEditar

Inaugurada em 2008, a Praça do Papa possui aproximadamente 67.000 metros quadrados, com parque infantil, área de eventos, dois restaurantes - um deles especializado em frutos do mar - e uma lanchonete, além de estacionamento. Uma trilha leva à Reserva Ecológica Ilha do Papagaio, área adjacente à praça e onde há um mirante.

A Rosa dos Ventos coincide com a posição geográfica da ilha como norte de navegação e traz uma esfera de inox ao centro. A Cruz Reverente é um monumento comemorativo à visita do pontífice João Paulo II ao Espírito Santo, em 1991. Concebido pelo escultor grego Iannis Zavoudakis, radicado no Espírito Santo, o monumento é constituído por uma cruz de aço, com forma curvilínea, assentada sob base de concreto armado. Traz no alto uma pomba branca, simbolizando o Espírito Santo, componente da Santíssima Trindade, segundo a Religião Católica.

Monumento ao Imigrante ItalianoEditar

O Monumento ao Imigrante Italiano é um símbolo que destaca a importância da cultura italiana na formação do povo capixaba. Seus dois obeliscos representam esses dois povos, demonstrando que a distância geográfica não é uma barreira para a integração cultural. Ele é constituído por dois obeliscos em granito verde, com 30 metros de altura.

Inaugurada em junho de 2000, a obra arquitetônica foi erguida na Praça da Itália. A forma verticalizada transformou o monumento num marco urbano de Vitória, uma construção que pode ser vista à distância e a partir de diversas perspectivas. Graças ao seu destaque, a Praça da Itália se transformou num ponto de referência da capital.

À noite, a iluminação especial é mais um detalhe que não passa despercebido. Refletores envolvem o monumento com as cores da bandeira da Itália, atraindo os olhares das pessoas que passam pela avenida Américo Buaiz e reforçando o significado da obra.

Referências