Entidade espiritual

No campo da Umbanda e religiões afro-brasileiras, uma entidade[1] é um espírito que atingiu uma certa evolução espiritual e que tem permissão para se comunicar com os seres humanos através de médiuns, exercendo o papel de conselheiro e orientador. Uma entidade sempre faz parte de uma corrente espiritual do bem, com filosofia de vida bem definida. Quando uma manifestação aparenta ser isolada, então entendemos que se trata da manifestação de um espírito que ainda está dependente dos planos terrenos e poderíamos, então, classificar sua intenção como boa ou má.

Visão Judaica[2]Editar

Almas e entidades espirituais (anjos)Editar

As almas são criaturas espirituais destinadas a ingressar dentro de corpos, se entrosar e relacionar fortemente com eles, operá-los através de diferentes ações em diferentes tempos.

As entidades espirituais, são seres espirituais que não foram criados com o objetivo de entrarem em um corpo físico. São divididas em duas partes: Forças e entidades (anjos). Em resumo: As almas são criaturas espirituais destinadas a introduzir-se em corpos físicos; e entidades espirituais, ou anjos, são seres espirituais não destinados a introduzir-se em corpos físicos.

Dentre essas entidades espirituais, existem diferenças e diversos níveis. Também para elas foram colocadas pelo Criador, leis naturais que formam a realidade delas, de acordo com o nível de cada uma delas, ao ponto que podemos dividir em várias espécies de um mesmo tipo – o tipo “entidades espirituais” (anjos).

Entidades “semi-espirituais” (demônios)Editar

D'us criou um outro tipo de entidade que seria como um intermediário entre o espiritual e o material. Por um lado, este tipo não é percebido pelos nossos sentidos naturais e tampouco está limitado pelas limitações materiais palpáveis e por suas leis. Por outro lado, ele não se enquadra no grupo de criaturas espirituais (angelicais).

Contudo, já que ele possui certas características das entidades espirituais, de certa forma podemos chamá-lo de “espiritual”. Para essas criaturas existe, leis e limitações específicas – de acordo com a sua realidade – e essas criaturas são chamadas “Shin-dalet” (popularmente conhecida como ‘demônios’).

O Ser-HumanoEditar

As almas, antes de descerem ao mundo, se despem de suas vestimentas espirituais e se ‘vestem’ com o corpo físico; [as vestimentas no mundo espiritual serão aprimoradas através das boas ações da pessoa e da Torá que ela estudar durante os seus dias de vida]. Ao nascer, elas se esquecem por completo que estiveram no mundo das almas, pois, ao contrário, o livre arbítrio seria afetado. A pessoa não deixa o mundo até que a entidade responsável pela morte não separe a sua alma de seu corpo. Essa separação é denominada “morte”.

Então, a alma se veste cem sua vestimenta original que havia deixado no mundo das almas quando veio a este mundo. Se vestir em sua vestimenta original gera uma grande felicidade à alma – como se estivesse voltando à casa. Agora, com a sua vestimenta ela “caminha” no mundo das almas para entender os segredos Superiores, os quais não podia entender enquanto se encontrava dentro de seu corpo material.

Aqueles que durante os seus dias de vida foram transgressores, não investiram em suas vestimentas e, inclusive as vestimentas que possuíam já não lhes serão compatíveis e se perderão por completo. Elas se encontrarão no mundo das almas despidas, e isto lhe causará uma grande vergonha e elas pedirão pela restauração. (Zohar, com comentários)

Referências

  1. www.comunidadeespirita.com.br. «Entidades espirituais» 
  2. «As Entidades Espirituais e a Alma | Tiferet - Livros Judaicos». Consultado em 17 de outubro de 2020 
  Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.