Abrir menu principal

Envenenamento de Sergei e Yulia Skripal

Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre um evento atual. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 20 de maio de 2018)
O caso do envenenamento de Sergei e Yulia Skripal
Uma tenda forense cobre o banco onde Sergei e Yulia Skripal caíram inconscientes
Local Salisbury, Wiltshire, Inglaterra
Data 4 de março de 2018
16h:15min (UTC+0)
Tipo de ataque Ataque químico
Alvo(s) Sergei Viktorovich Skripal
Yulia Sergeyevna Skripal
Arma(s) Agente nervoso Novichok
(o embaixador russo no Reino Unido reivindicou ou sugeriu A-234)
Feridos 1+
Vítimas 3+
Suspeito(s) Serviço secreto russo (segundo autoridade de segurança britânica)

O caso do envenenamento do ex-agente russo Sergei Skripal e de sua filha Yulia é uma tentativa de assassinato, através de um ataque químico, ocorrida às 16:15, no dia 4 de março de 2018, na cidade de Salisbury, no condado de Wiltshire, na Inglaterra, Reino Unido.

Em 4 de março de 2018, o ex-oficial de inteligência militar russo Sergei Skripal e sua filha Yulia foram supostamente envenenados em Salisbury, Inglaterra, com um agente nervoso Novichok.[1][2]

Em 26 de março, as vítimas ainda estavam no hospital em estado crítico e os médicos disseram que talvez não se recuperariam completamente.[3][4] Um policial que realizou a investigação também ficou seriamente doente e recebeu alta do hospital em 22 de março.[5] Funcionários da inteligência britânica e da polícia identificaram 38 pessoas como sendo afetadas pelo gás nervoso.[6][7]

Em 14 de março, após acusar a tentativa de homicídio da Rússia, autoridades do governo britânico anunciaram medidas contra a Rússia, incluindo a expulsão de numerosos diplomatas acusados ​​de serem agentes secretos.[8][9][10] O Reino Unido recebeu apoio dos Estados Unidos e de outros aliados, enquanto a Rússia negou as alegações.[11] A União Europeia, a OTAN e muitos outros países tomaram medidas semelhantes contra a Rússia.[12]

Em 26 de março, os Estados Unidos ordenaram a expulsão de 60 funcionários diplomáticos russos e o fechamento do consulado russo em Seattle.[13] No mesmo dia, 31 países anunciaram a expulsão de mais de 140 diplomatas russos.[14][15]

Expulsão de diplomatas e oficiais de inteligência russosEditar

 
Países e associações que aderiram à expulsão de diplomatas russos em verde.

No final de março de 2018, vários países e outras organizações expulsaram diplomatas russos em uma demonstração de solidariedade ao Reino Unido, no que foi chamado de "a maior expulsão coletiva de oficiais de inteligência russa da história":[16][17][18]

  • Reino Unido – 23
  • Estados Unidos – 60
  • Ucrânia – 13
  • OTAN – 7
  • Canadá – 4[19]
  • França – 4
  • Alemanha – 4
  • Polônia – 4
  • República Tcheca – 3
  • Lituânia – 3
  • Moldávia – 3
  • Albânia – 2
  • Dinamarca – 2
  • Países Baixos – 2
  • Itália – 2
  • Espanha – 2
  • Austrália – 2
  • Estônia – 1
  • Croácia – 1
  • Finlândia – 1
  • Geórgia - 1
  • Hungria – 1
  • Letônia – 1
  • Romênia – 1
  • Suécia – 1
  • Noruega – 1
  • Macedônia – 1
  • Irlanda – 1
  • Bélgica – 1
  • Montenegro – 1

Bulgária, Luxemburgo, Malta, Portugal, Eslováquia, Eslovênia e a própria União Europeia não expulsaram diplomatas russos, mas chamaram seus embaixadores na Rússia de volta.[20][21][22][23][24][25] Além disso, a Islândia decidiu boicotar diplomaticamente a Copa do Mundo FIFA de 2018, realizada na Rússia.[26]

Referências

  1. Asthana, Anushka; Roth, Andrew; Harding, Luke; MacAskill, Ewen (12 de março de 2018). «May issues ultimatum to Moscow over Salisbury poisoning». The Guardian. Consultado em 13 de março de 2018 
  2. Dodd, Vikram; Harding, Luke; MacAskill, Ewen (8 de março de 2018). «Sergei Skripal: former Russian spy poisoned with nerve agent, say police». The Guardian. Consultado em 8 de março de 2018 
  3. «More than 130 people could have been exposed to novichok, PM says». The Guardian. 26 de março de 2018 
  4. «A poisoned Russian spy and his daughter may never recover their full mental functions, a British judge has said». Newsweek. 23 de março de 2018 
  5. «Policeman discharged after ex-spy attack». BBC News. Consultado em 23 de março de 2018 
  6. «Russian ex-spy's poisoning in UK believed from nerve agent in car vents; at least 38 others sickened: Sources». ABC News. 22 de março de 2018 
  7. «Russian spy mystery: Nerve agent affected almost 40 people». The Times. 13 de março de 2018. Consultado em 27 de março de 2018 
  8. «UK must prove Russian role in spy poisoning or apologise, Kremlin says». 19 de março de 2018 
  9. «'We should see the evidence': public react to spy poisoning». The Guardian. Consultado em 23 de março de 2018 
  10. «Sergei Skripal poisoning: Russia demands proof or apology». Consultado em 23 de março de 2018 
  11. Borger, Julian (15 de março de 2018). «Spy poisoning: allies back UK and blast Russia at UN security council». The Guardian 
  12. Dewan, Angela (27 de março de 2018). «These are all the countries that are expelling Russian diplomats». Cable News Network. Consultado em 27 de março de 2018 
  13. Rucker, Philip; Nakashima, Ellen (26 de março de 2018). «Trump administration expels 60 Russian officers, shuts Seattle consulate in response to attack on former spy in Britain». The Washington Post. ISSN 0190-8286. Consultado em 26 de março de 2018 
  14. «Spy poisoning: Russian diplomats expelled across US and Europe». BBC News. 26 de março de 2017. Consultado em 26 de março de 2018 
  15. Borger, Julian; Wintour, Patrick; Stewart, Heather (26 de março de 2018). «US and EU expel scores of Russian diplomats over Skripal attack». The Guardian. Consultado em 26 de março de 2018 
  16. «Russia faces wave of diplomatic expulsions». BBC News. 26 de março de 2018. Consultado em 27 de março de 2018 
  17. «Nato slashes Russia staff after poisoning». BBC News. 27 de março de 2018. Consultado em 27 de março de 2018 
  18. «Montenegro to expel Russian diplomat over UK nerve gas attack». Reuters. 28 de março de 2018. Consultado em 28 de março de 2018 
  19. «Canada expels Russian diplomats in solidarity with United Kingdom». www.canada.ca 
  20. «Bulgaria Recalls Ambassador From Russia to Discuss Nerve Agent Attack». Consultado em 28 de março de 2018 
  21. «Slovakia to Call Ambassador to Russia Back Home for Consultation». Consultado em 28 de março de 2018 
  22. «Luxembourg recalls ambassador from Russia over Salisbury attack». Consultado em 28 de março de 2018 
  23. «Malta Has Just Recalled Its Ambassador To Russia». Consultado em 28 de março de 2018 
  24. «State of play over Russian envoy expulsions». AFP. Consultado em 28 de março de 2018 
  25. «Slovenia recalling its ambassador to Russia for consultations». TASS. Consultado em 29 de março de 2018 
  26. «Iceland to diplomatically boycott 2018 World Cup in Russia». Russia Today. Consultado em 28 de março de 2018 
  Este artigo sobre um crime ou atividade criminosa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre espionagem é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre relações internacionais, diplomacia ou sobre um diplomata é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.