Abrir menu principal
Epitaph Records
Fundação 1981
Fundador(es) Brett Gurewitz
Distribuidor(es) Estados Unidos Alternative Distribution Alliance
Reino Unido PIAS
Gênero(s) Rock, heavy metal
Página oficial Epitaph.com

Epitaph Records é uma gravadora independente dos Estados Unidos fundada em Hollywood, Califórnia e dirigida por Brett Gurewitz, guitarrista da banda Bad Religion.[1][2][3][4][5]

Contabilizando 6 albums de ouro e 2 de platina (And Out Come The Wolves, de Rancid e Smash, 6 vezes platina de The Offspring) pela Recording Industry Association of America, a Epitaph é mundialmente considerada uma das maiores editoras discográficas independentes.[1][6]

HistóriaEditar

A editora foi criada originalmente na década de 1980, apenas para vender gravações dos Bad Religion, mas evoluiu para uma gravadora independente. Gurewitz tomou o nome da canção do King Crimson, de mesmo nome.[5]

Através da década de 1980 e 1990 a maioria das bandas da gravadora era de punk rock, enquanto atualmente o gênero mais atendido é o rock alternativo. Alguns artistas que assinaram contrato incluem o próprio Bad Religion, Pennywise, L7, The Offspring, Rancid e NOFX.[2][5][7]

Em 1987 a Epitaph lançou sua primeira gravação como uma gravadora, o álbum homônimo da banda L7, distribuído pelo selo Chameleon. O primeiro álbum tanto lançado quanto distribuído foi Suffer, do Bad Religion.[5]

Em 1994 a gravadora recebeu maior fama, principalmente na cena punk, quando bandas como NOFX, Rancid e The Offspring lançaram gravações de sucesso. O Rancid apareceu no Saturday Night Live no ano seguinte. The Offspring trocou a gravadora pela Columbia Records, após uma disputa de contrato.[5][7][8][9]

Em 2003 a Epitaph gerou controvérsia entre seus fãs ao assinar com artistas de rap como Atmosphere e Sage Francis, além da banda de heavy metal The Locust, levando à debates sobre a real natureza da música punk.

Apesar da banda Bad Religion ter fundado a gravadora e ter lançado suas primeiras gravações pela Epitaph, em 1994 eles mudaram para a Atlantic Records, lançando então o álbum Stranger than Fiction. Pouco depois Gurewitz deixou a banda, o que levou à rumores sobre possíveis conflitos na mudança de gravadora. Após uma substituição de guitarrista, em 2001 Brett voltou a banda, e a banda retornou à Epitaph, lançando The Process of Belief no ano seguinte.[5]

ArtistasEditar

  • Teenage Wrist
  • The Blood Brothers
  • The Frights
  • The Garden
  • The Interrupters
  • The Menzingers
  • The Offspring
  • The Sidekicks
  • The World Is A Beautiful Place & I Am No Longer Afraid To Die
  • This Wild Life
  • Thrice
  • Too Close To Touch
  • Touché Amoré
  • Transplants
  • The Weakerthans
  • Weezer

ExEditar

Referências

  1. a b «Epitaph Records marks 25 years as indie force». Reuters (em inglês). 20 de janeiro de 2007 
  2. a b «Epitaph's Brett Gurewitz On Building—and Shifting—a Punk Empire». Pitchfork (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2019 
  3. «Defying Labels : Indie Epitaph Records Is Hoping to Upend the Major Record Companies». Los Angeles Times (em inglês). 5 de abril de 1996. Consultado em 20 de novembro de 2019 
  4. Staff, Variety; Staff, Variety (31 de maio de 2018). «Bad Religion's Brett Gurewitz, Founder of Epitaph Records, to Receive Lifetime Achievement Award». Variety (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2019 
  5. a b c d e f «A fitting Epitaph: Brett Gurewitz on punk rock, independence and making it big». [PIAS] (em inglês). 30 de novembro de 2015. Consultado em 20 de novembro de 2019 
  6. «Gold & Platinum». RIAA (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2019 
  7. a b Bienstock, Richard; Bienstock, Richard (8 de abril de 2014). «How the Offspring's 'Smash' Defeated the Majors». Rolling Stone (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2019 
  8. «Bad Blood Is Epitaph for Once-Close Label, Band». Los Angeles Times (em inglês). 30 de janeiro de 1997. Consultado em 20 de novembro de 2019 
  9. Staff, MTV News. «Offspring Leave Epitaph For Columbia Records». MTV News (em inglês). Consultado em 20 de novembro de 2019 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre gravadoras estadunidenses é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.