Abrir menu principal

Equatorianos é a definição para o povo nascido nos territórios do Equador. Também pode ser denominado equatoriano aquele que tiver ascendência equatoriana, ou um imigrante que tenha nascido em outro país e tenha tirado nacionalidade equatoriana. Atualmente, há cerca de 18.000.000 de equatorianos pelo mundo, principalmente no próprio país (aprox. 16.000.000), nos Estados Unidos e na Espanha.

Equatorianos
População total

Aprox. 18.000.000 (2011)[1]

Regiões com população significativa
Equador Aprox. 16.000.000 (2011)[2]
 Estados Unidos ~ 500 mil (Aprox. 700 mil descendente ou natural)[3]
Flag of Spain.svg Espanha ~ 470 mil [4]
 Itália ~ 30 mil
 Países Baixos ~ 20 mil
 Inglaterra ~ 20 mil
 França ~ 10 mil
 Canadá ~ 7 mil
 México ~ 4,5 mil
Outros ~ 4 mil
Línguas
Religiões
Presidente do Equador, Rafael Correa

A etnia da população equatoriana é composta por sua maioria de cafusos, mestiços (indígenas e espanhóis), caucasianos e negros ou mestiços de negros. O maior culto religioso seguido é a Religião Católica (aprox. 95%).

ImigraçãoEditar

 
A cantora Vanessa Hudgens é americana e tem ascendência equatoriana

Os principais destinos dos equatorianos que saem de seu país são os Estados Unidos[5] e a Espanha[6]. Nesses dois lugares, há cerca de 1.000.000 de equatorianos, localizados principalmente em Nova York, Nova Jersey, Madrid, Zaragoza e La Coruña. Essa imigração, pelo fato de ser antiga, gera a existência de grupos étnicos peculiares, os Equatoriano-Americanos e os Equatoriano-Espanhóis.

Em Sleepy Hollow, Nova York, cerca de 10% de sua população é descendente de equatorianos[7]. Em Madrid, a taxa de recém-nascidos com família equatoriana ultrapassa a portuguesa e marroquina, demonstrando a força demográfica dessa população na Espanha e nos Estados Unidos.

Celebridades Equatoriana-AmericanasEditar

Celebridades Equatoriana-EspanholasEditar

Referências