Equidna (mitologia)

(Redirecionado de Equidna)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Equidna (desambiguação).
Equidna
Mãe de todos os monstros
Morada Vivia numa caverna no Peloponeso ou na Síria.
Símbolo na mitologia grega, era uma criatura com tronco de uma bela mulher e cauda de serpente em lugar dos membros, e era gigante, como um titã.
Cônjuge(s) Tifão
Pais Fórcis e Ceto
Filho(s) Cérbero, o cão de três cabeças, que guardava o Hades

Ortros, o cão de guarda de Gerião, de duas cabeças a Hidra de Lerna a Quimera, Ladão, o dragão de cem cabeças, que guardava o velocino de ouro,etc

Equidna (em grego: Ἔχιδνα, "víbora"), na mitologia grega, era uma criatura com tronco de uma bela mulher (ou ninfa) e cauda de serpente em lugar dos membros. Era gigante, como um titã. Por isso, era a única capaz de se unir com o horrendo Tifão. Vivia numa caverna no Peloponeso ou na Síria. [1]

As tradições divergem bastante quanto à sua origem. Segundo Hesíodo era filha de Fórcis e Ceto, e portanto neta de Ponto e Gaia.[2][3] Em outras versões seria descendente de Tártaro e Gaia ou ainda de Crisaor e Calírroe[desambiguação necessária].

Nas versões mais conhecidas, Equidna, em função da própria monstruosidade, casou-se com o horrendo gigante Tifão, tornando-se a "mãe de todos os monstros".

Seus filhos com Tifão foram:

Do seu filho Ortros, Equidna concebeu:

Segundo uma lenda do Ponto Euxino ela se uniu a Héracles numa passagem do herói pela Cítia, concebendo desta união:

A descendência de Equidna ainda incluía:

Equidna, assim como suas crias, possuía uma natureza terrível e adorava devorar viajantes inocentes. Veio finalmente a ser morta por Argos Panoptes, o monstro]de cem olhos, que a surpreendeu adormecida.

Referências

  1. (em inglês) Theoi Greek Mythology http://www.theoi.com/, Theoi Greek Mythology Verifique valor |url= (ajuda)  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  2. Dicionário de Mitologia Greco-latina, Tassilo Orpheu Spalding, ed. Itatiaia
  3. Teogonia, a origem dos Deuses, Hesíodo, trad. J.A.A. Torrano, ed. Iluminuras