Abrir menu principal

Equinócio

momento que marca o início da primavera e do outono no planeta
(Redirecionado de Equinócio de outono)
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
A insolação terrestre durante o primeiro semestre do ano de 2013.
A insolação terrestre durante o segundo semestre do ano de 2013.
Data e hora UTC dos solstícios e equinócios entre 1980 e 2025
Ano Equinócio
Março
Solstício
Junho
Equinócio
Setembro
Solstício
Dezembro
Dia Hora Dia Hora Dia Hora Dia Hora
1980 20 11:09 21 05:47 22 21:08 21 16:56
1981 20 17:02 21 11:44 23 03:05 21 22:50
1982 20 22:55 21 17:22 23 08:46 22 04:38
1983 21 04:38 21 23:08 23 14:41 22 10:29
1984 20 10:24 21 05:02 22 20:32 21 16:22
1985 20 16:13 21 10:44 23 02:07 21 22:07
1986 20 22:02 21 16:29 23 07:58 22 04:02
1987 21 03:51 21 22:10 23 13:45 22 09:45
1988 20 09:38 21 03:56 22 19:28 21 15:27
1989 20 15:28 21 09:53 23 01:19 21 21:22
1990 20 21:19 21 15:32 23 06:55 22 03:06
1991 21 03:01 21 21:18 23 12:47 22 08:53
1992 20 08:47 21 03:14 22 18:42 21 14:43
1993 20 14:40 21 08:59 23 00:22 21 20:25
1994 20 20:27 21 14:47 23 06:19 22 02:22
1995 21 02:14 21 20:34 23 12:13 22 08:16
1996 20 08:03 21 02:23 22 18:00 21 14:05
1997 20 13:54 21 08:19 22 23:55 21 20:07
1998 20 19:54 21 14:02 23 05:37 22 01:56
1999 21 01:45 21 19:49 23 11:31 22 07:43
2000 20 07:35 21 01:48 22 17:28 21 13:37
2001 20 13:21 21 07:38 22 23:04 21 19:21
2002 20 19:16 21 13:24 23 04:55 22 01:14
2003 21 01:00 21 19:10 23 10:47 22 07:04
2004 20 06:49 21 00:57 22 16:30 21 12:42
2005 20 12:33 21 06:46 22 22:23 21 18:35
2006 20 18:26 21 12:26 23 04:03 22 00:22
2007 21 00:07 21 18:06 23 09:51 22 06:08
2008 20 05:48 20 23:59 22 15:44 21 12:04
2009 20 11:44 21 05:45 22 21:18 21 17:47
2010 20 17:32 21 11:28 23 03:09 21 23:38
2011 20 23:21 21 17:16 23 09:04 22 05:30
2012 20 05:14 20 23:09 22 14:49 21 11:11
2013 20 11:02 21 05:04 22 20:44 21 17:11
2014 20 16:57 21 10:51 23 02:29 21 23:03
2015 20 22:45 21 16:38 23 08:21 22 04:48
2016 20 04:30 20 22:34 22 14:21 21 10:44
2017 20 10:29 21 04:24 22 20:02 21 16:28
2018 20 16:15 21 10:07 23 01:54 21 22:23
2019 20 21:58 21 15:54 23 07:50 22 04:19
2020 20 03:50 20 21:44 22 13:31 21 10:02
2021 20 09:37 21 03:32 22 19:21 21 15:59
2022 20 15:53 21 09:14 23 0:40 21 21:48
2023 20 21:24 21 14:58 23 06:50 22 03:27
2024 20 03:06 20 20:51 22 12:44 21 09:21
2025 20 09:01 21 02:42 22 18:19 21 15:03

Na astronomia, o equinócio é definido como o instante em que o Sol, em sua órbita aparente (como vista da Terra), cruza o equador celeste (a linha do equador terrestre projetada na esfera celeste).

No referencial da Terra, o Sol se move ao longo do ano sobre a Eclíptica, que se estende sobre as treze constelações que formam o Zodíaco (As doze constelações associadas à astrologia mais a constelação de Ofiúco). Entre o plano eclíptico e o plano equatorial celeste há um ângulo esférico de 23,5 graus, aproximadamente, e estes planos interceptam-se definindo uma reta. Esta reta intercepta a esfera celeste em dois pontos. Em definição equivalente, o equinócio corresponde ao momento em que o Sol, em sua trajetória ao longo do Zodíaco, encontra-se sobre um dos pontos definidos pela interseção entre o plano eclíptico, o plano equatorial terrestre e a esfera celeste.

O equinócio ocorre duas vezes no ano, em março e em setembro. No equinócio ambos os hemisférios da Terra encontram-se igualmente iluminados pelo Sol.

O ponto do céu que o Sol ocupa no equinócio de março define o ponto vernal. Devido à precessão dos equinócios, a localização do ponto vernal ao longo dos milênios não é fixa, e define a era astrológica. Atualmente, encontramo-nos na era dos Peixes; ou seja, em dias atuais o ponto vernal localiza-se na constelação dos Peixes. No equinócio de setembro o Sol localiza-se na constelação da Virgem.

Índice

EquinócioEditar

A palavra equinócio vem do latim, aequus (igual) e nox (noite), e significa "noites iguais", ocasiões em que o dia e a noite duram o mesmo tempo. Ao medir a duração do dia, considera-se que o nascer do sol é o instante em que metade do círculo solar está acima do horizonte, e o pôr do sol (crepúsculo ou ocaso) o instante em que o círculo solar está metade abaixo do horizonte. Com esta definição, o dia e a noite durante os equinócios têm igualmente 12 horas de duração.[1]

Os equinócios ocorrem nos meses de março e setembro, quando definem mudanças de estação. Em março, o equinócio marca o início da primavera no hemisfério norte e do outono no hemisfério sul. Em setembro ocorre o inverso, quando o equinócio marca o início do outono no hemisfério norte e da primavera no hemisfério sul.

As datas dos equinócios variam de um ano para o outro, devido aos anos trópicos (o período entre dois equinócios de março) não terem exatamente 365 dias, fazendo com que a hora precisa do equinócio varie ao longo de um período de dezoito horas, que não se encaixa necessariamente no mesmo dia. O ano trópico é um pouco menor que 365 dias e 6 horas. Assim num ano comum, tendo 365 dias e - portanto - mais curto, a hora do equinócio é cerca de seis horas mais tarde que no ano anterior. Ao longo de cada sequência de três anos comuns as datas tendem a se adiantar um pouco menos de seis horas a cada ano. Entre um ano comum e o ano bissexto seguinte há um aparente atraso, devido à intercalação do dia 29 de fevereiro. Também se verifica que a cada ciclo de quatro anos os equinócios tendem a atrasar-se. Isto implica que, ao longo do mesmo século, as datas dos equinócios tendam a ocorrer cada vez mais cedo. Dessa forma, no século XXI só houve dois anos em que o equinócio de março aconteceu no dia 21 (2003 e 2007); nos demais, o equinócio tem ocorrido em 20 de março. Prevê-se que, a partir de 2044[2], passe a haver anos em que o equinócio aconteça no dia 19. Esta tendência só vai desfazer-se no fim do século, quando houver uma sequência de sete anos comuns consecutivos (2097 a 2103), em vez dos habituais três.

Devido à órbita da Terra, as datas em que ocorrem os equinócios não dividem o ano em um número igual de dias. Isto ocorre porque quando a Terra está mais próxima do Sol (periélio) viaja mais depressa do que quando está mais longe (afélio).

 
Equinócio de março de 2017 - pôr-do-sol visto no lugar de Pizzo Vento, Fondachelli-Fantina, Sicília

Referências culturaisEditar

 
Equinócio de março de 2017 - pôr-do-sol visto no lugar de Argimusco, Montalbano Elicona, Sicilia

Em várias culturas nórdicas ancestrais, o equinócio da primavera era festejado com comemorações que deram origem a vários costumes hoje relacionados com a Páscoa da religião cristã.[carece de fontes?]

Ver tambémEditar

Referências