Abrir menu principal

Ernani Silva Bruno

Ernani Silva Bruno
Nascimento 10 de agosto de 1912
Curitiba, Paraná
Morte 25 de setembro de 1986 (73 anos)
São Paulo, São Paulo
Nacionalidade  Brasileiro
Ocupação Jornalista

Ernani Silva Bruno (Curitiba, 10 de agosto de 1912São Paulo, 25 de setembro de 1986) foi um jornalista, intelectual e historiador brasileiro, primeiro diretor do Museu da Casa Brasileira[1], autor de vasta produção acerca de história do Brasil, na qual se destaca "Histórias e Tradições da Cidade de São Paulo", foi nomeado para academia paulista de letras em 1983.[2]


BiografiaEditar

Nascido em Curitiba em 1912, mudou-se com a família para São Paulo em 1925. Em fim dos anos 30 publica diversas crônicas com conteúdo de crítica ao Estado Novo, sob o pseudônimo de Cosme Velho. No começo dos anos 40 foi nomeado redator do serviço público estadual a despeito de sua posição contrária à política getulista. Entre 1940 e 1960 atuou como jornalista para o Estado de São Paulo, Folha da Manhã e Diário de São Paulo. Em 1970 foi convidado para dirigir o Museu da Casa Brasileira, onde ficou até 1979. Em 8 de Novembro de 1983 ele passaria a fazer parte da Academia Paulista de Letras. Em 25 de Setembro de 1986 faleceu vitima de um infarto durante reunião semanal dessa academia.[3]


Principais ObrasEditar

  • Viagem ao país dos paulistas
  • História e tradições da cidade de São Paulo (3 volumes)
  • Histórias e paisagens do Paraná
  • O Equipamento da casa bandeirantista segundo antigos inventários e testamentos
  • Memórias da cidade de São Paulo
  • Equipamentos, usos e costumes da Casa Brasileira (5 volumes)
  • História do Brasil Geral e Regional (7 volumes)
  • Almanaque de Memórias
  • Café & Negro


Referências

  1. «site do MCB». BR. Consultado em 8 de dezembro de 2014 
  2. Predefinição:Http://www.ieb.usp.br/guia-ieb/detalhe/109
  3. Lofego, Silvio Luiz. Memória de uma metrópole: São Paulo na obra de Ernani Silva Bruno. [S.l.: s.n.]