Ernesto, Arquiduque da Áustria

Ernesto de Áustria (Viena, 15 de junho de 1553 - Bruxelas, 12 de fevereiro de 1595), Arquiduque de Áustria,[1] filho do imperador Maximiliano II e da Infanta Maria de Espanha.

Ernesto, Arquiduque da Áustria
Nascimento 15 de junho de 1553
Viena
Morte 12 de fevereiro de 1595
Bruxelas
Sepultamento Catedral de São Miguel e Santa Gudula
Cidadania Sacro Império Romano-Germânico
Progenitores
Irmão(s) Ana de Áustria, Isabel da Áustria, Margarida da Áustria, Maximiliano III, Arquiduque da Áustria, Venceslau da Áustria, Rodolfo II do Sacro Império Romano-Germânico, Matias do Sacro Império Romano-Germânico, Alberto VII da Áustria
Ocupação político,
Prêmios
  • Cavaleiro da Ordem do Tosão de Ouro
Título arquiduque

Foi educado junto com seu irmão Rodolfo (futuro imperador), na corte de Felipe II de Espanha.[1] De 1573 a 1587 foi candidato ao trono da Polonia.

Desde 1576 governou o Arquiducado de Áustria, onde promoveu a Contrarreforma. Em 1590 foi nomeado governador regente da Áustria interior durante a menoridade de seu irmão Fernando II de Habsburgo, e em 1594 foi designado governador dos Países Baixos.[1][2]

Referências

  1. a b c Young, Alexander (1884). History of the Netherlands: (Holland and Belgium) (em inglês). Boston: Estes and Lauriat. p. 419 
  2. Mavor, William Fordyce (1803). Universal History, Ancient and Modern: From the Earliest Records of Time, to the General Peace of 1801 ... (em inglês). XVIII. Londres: R. Phillips. p. 156 



Precedido por
Pedro Ernesto de Mansfeld
Governador dos países Baixos
15941595
Sucedido por
Pedro Henriquez d'Azevedo y Toledo
  Este artigo sobre história ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.