Abrir menu principal
Ernst Gottlieb von Steudel
Nascimento 30 de maio de 1783
Esslingen am Neckar
Morte 12 de maio de 1856 (72 anos)
Esslingen am Neckar
Cidadania Alemanha
Alma mater Universidade de Tubinga
Ocupação botânico, escritor, médico, agrostólogo

Ernst Gottlieb (Theophil) von Steudel (Esslingen am Neckar, 30 de maio de 1783 — Esslingen am Neckar, 12 de maio de 1856) foi um médico e botânico que se especializou no estudo das gramíneas (Poaceae) para cuja taxonomia deixou um notável contributo.[1]

Índice

BiografiaEditar

Nasceu em Esslingen am Neckar, filho de Johann Samson Steudel e de Regina Catherina Burk. Frequentou o Pädagogium da sua cidade natal e as lições de professores privados, preparando-se para estudar Ciências Naturais.

Steudel matriculou-se em 1801 em Medicina e Ciências da Natureza na Universidade de Tübingen (Universität Tübingen), recebendo o grau de doutor em Medicina a 25 de setembro de 1805 com a defesa de uma dissertação intitulada Observationes quaedam chemicae de acredine nonnullorum vegetabilium.[2]

Concluído o curso, depois de uma estadia na Suíça, passou algum tempo em Viena e em Halle e retornou a Esslingen em novembro de 1806, estabelecendo-se como clínico geral. Logo depois, recebeu o cargo de veterinário-chefe da municipalidade, em 1826 foi nomeado autoridade de saúde animal do Reino de Württemberg e em 1828 o de médico oficial (autoridade de saúde) da cidade de Esslingen.

Além de sua actividade profissional, também se dedicou à botânica, tendo publicado várias obras sobre a flora do sul da Alemanha e da Suíça. Entre 1821 e 1824 publicou a obra Nomenclator botanicus, na qual registou os nomes e sinónimos das espécies e géneros de plantas então conhecidos em ordem alfabética. Na segunda edição, que apareceu vinte anos depois, estão registados pelo nome 6 722 géneros e 78 005 espécies. Além da família e da área de distribuição natural, a obra inclui também os sinónimos e as referências então conhecidas. Durante muito tempo, este trabalho foi considerado como uma importante obra de referência da taxonomia botânica.[3]

O Nomenclator botanicus de von Steudel serviu como modelo a Charles Darwin, que em 1882 confiou a Joseph Dalton Hooker a criação de um índice dos nomes das plantas com flor, que viria a dar origem ao Index Kewensis. Benjamin Daydon Jackson, a solicitação de William Jackson Hooker, usou o Nomenclator botanicus de von Steudel como a base para a listagem dos nomes das espécies de fanerogâmicas então conhecidas.[3][4]

Em outro trabalho, o Synopsis plantarum glumacearum, que foi anunciado como um projecto de edição em 11 volumes, foram publicados dois números em 1855, nos quais são tratadas as gramíneas (Poaceae) e as Cyperaceae, Juncaceae e taxa relacionados.

Em colaboração com Christian Ferdinand Hochstetter, publicou em 1826 a obra Enumeratio plantarum germaniae helvetiaeque indigenarum seu prodromus, na qual lista todas as espécies de plantas que ao tempo estavam dadas como ocorrendo na Alemanha e na Suíça.

Para além dos escritos de temática botânica e florística, também publicou artigos sobre questões médicas.

Steudel foi feito em 1822 membro-correspondente da Senckenbergische Naturforschende Gesellschaft (Sociedade Naturalista de Senckenberg) e em 1826 sócio da Academia Leopoldina.[5]

Em Esslingen, em conjunto com Christian Ferdinand Friedrich Hochstetter (1787-1860), foi co-fundador da associação de exploração científica Unio Itineraria (a Esslinger Reisevereins, oficialmente designada por Württembergischer botanische Reiseverein).

O seu nome foi usado como epónimo dos géneros Steudelia, proposto em 1822 por Kurt Sprengel para agrupar espécies da família Erythroxylaceae, e Steudelago, proposto por Otto Kuntze em 1891 (hoje em Exostema). Também o género Steudelella, proposto em 1930 por Masaji Honda na família Poaceae, foi designado em sua homenagem.[1]

Casou a 6 de agosto de 1811 em Echterdingen com Augusta Rosina Sophia Bührer (nascida a 11 de agosto de 1787), filha de Victor Matthäus Bührer e de Rosina Elisabeth Godelmann.

PublicaçõesEditar

Ernst von Steudel é autor, entre outras, das seguintes publicações:

  • Nomenclator botanicus, 2 volumes (1821-1824), An alphabetical listing of more than 3300 genera and approximately 40,000 species.
  • Enumeratio plantarum Germaniae, 1826 (with Christian Ferdinand Hochstetter).
  • Synopsis planterum glumacearum, 2 volumes (1853-1855), Volume I is dedicated to the botanical family Poaceae, and Volume II involves Cyperaceae and affiliated families.[6]

ReferênciasEditar

  1. a b BHL Taxonomic literature : a selective guide to botanical publications.
  2. ADB: Steudel, Ernst Gottlieb von.
  3. a b Benjamin Dayton Jackson: The new 'Index of Plant-Names'. In: The Botanical Journal - British and Foreign. Vol. XXV. West, Newman & Co., London 1887, S. 66–71.
  4. Benjamin Dayton Jackson: The new 'Index of Plant-Names'. (Concluded from p. 71) In: The Botanical Journal - British and Foreign. Vol. XXV. West, Newman & Co., London 1887, S. 150–151.
  5. Mitgliederverzeichnis Leopoldina, Ernst Gottlieb von Steudel
  6. Botanicus.org (biographical information)

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar