Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo

(Redirecionado de Escola de Arte Dramática)

Escola de Arte Dramática (EAD) é uma unidade complementar da Universidade de São Paulo (USP), ligada à Escola de Comunicações e Artes (ECA). Foi fundada em 1948 sob a coordenação de Alfredo Mesquita e passou, ao longo de mais de meio século de existência, por incontáveis reestruturações e reformulações. Numa destas surgiu o Departamento de Artes Cênicas da ECA.

A EAD é uma escola pública (gratuita) e uma das mais importantes escolas de formação de atores do Brasil, sendo que muitos de seus ex-alunos são figuras nacionalmente conhecidas, no teatro, cinema e televisão: Ney Latorraca, Aracy Balabanian, Paulo Betti, Esther Góes, Edson Celulari, Francisco Cuoco, Sérgio Mamberti, Marisa Orth, Eliane Giardini, Nelson Xavier, Lilia Cabral, Yara Amaral, Jandira Martini, Marina Mathey, Caco Ciocler, Eriberto Leão, Jean D'andrade, Matheus Nachtergaele, Cássio Scapin, Luiz Päetow, Eucir de Souza, Emílio Orciollo Neto, Antônio Petrin, Ana Hikari, dentre muitos outros. Marina Mathey foi a primeira aluna travesti a formar-se pela escola, em 2015.[1]

De acordo com um de seus professores, o ator e ex-secretário de cultura da cidade de São Paulo, Celso Frateschi, a escola mantém, desde sua fundação “a paixão pelo teatro, o entendimento do fazer teatral como necessidade humana fundamental e o rigor no aprimoramento artístico”, o que obriga a instituição a “uma constante reflexão e aperfeiçoamento de sua prática pedagógica”.

As suas instalações estão localizadas na Cidade Universitária Armando de Salles Oliveira, ao lado das principais unidades da USP, mesmo se tratando de uma escola técnica de nível médio.

Referências

  1. «5° Mostra EAD - Corpo, Espaço e Lugar». Marina participa da roda de conversa Mulheres nos espaços de formação artística entre alunas e ex-alunas da EAD/ECA/USP. 1 de março de 2018. Consultado em 18 de junho de 2020 

Ligações externasEditar