Escola de Artes Visuais do Parque Lage

Interior do palácio do Parque Lage, que abriga a escola.
Corredor com atividades dos alunos.

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage, localizada no Parque Lage e por isso comumente referida assim, é uma escola de arte visual, se iniciou com o desmantelamento [1]das atividades do Instituto de Belas Artes. [2]foi renomeada por decreto em 1975, estando localizada no bairro do Jardim Botânico, dentro da antiga residencia do armador brasileiro Henrique Lage.

HistóriaEditar

Em 1957, foi criado pela Secretaria de Cultura do Estado da Guanabara o Instituto de Belas Artes (IBA), voltado para o aprendizado de técnicas artísticas, apresentando um conteúdo formal. realizando o primeiro vestibular para o Curso Superior de História da Arte em 1961. Em 1963, formou-se a primeira turma, composta por 13 historiadores da arte. No mesmo ano, o Curso foi incorporado à UEG (atual UERJ), que o abrigou até 1966, quando o IBA foi transferido para o Parque Lage.

Em 1967 foi filmado em suas instalações o filme terra em transe.

Em 1968 foi filmado em suas instalações o filme Macunaima.

Em 2009 foi filmado em suas instalações o filme norte-americano Os Mercenários

A Escola de Artes Visuais (EAV) é fruto do desmantelamento do IBA (Instituto de Belas Artes), devido a fusão por decreto do Governo Militar do Estado da Guanabara com o Estado do Rio de Janeiro em 1975, sob as ordens de Rubens Gerchman, seu diretor, sendo renomeada School of Visual Arts[3] por curto período. É misterioso e curioso o processo desmantelamento do IBA em EAV. [1][2] sendo graduada em 1978 a ultima turma do primeiro curso superior de historia da arte na cidade do Rio de Janeiro.[1]

Em 1976 e renomeada oficialmente por decreto do Departamento de Cultura da Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro, em Escola de Artes Visuais.

Neste ambiente, reuniram-se inúmeros estudantes. Acontecimentos marcantes, como a destruição dos cavaletes da IBA por ordens do então diretor Rubens Gerchman,[3] e o descarte no lago próximo a casa, a resistência dos alunos da IBA com pixaçoes com slogans e declarações de protesto [3] , também ocorreram exposições “Como vai você, Geração 80?”, realizada em 1984, shows do movimento Rock Brasil e encenações como “A Tempestade”, baseada na obra de Shakespeare.

O Instituto de Belas Artes/Escola de Artes Visuais é uma instituição histórica na cidade do Rio de Janeiro.

A MansãoEditar

Projetada pelo arquiteto Mário Vodrei em 1920, com as características da renascença italiana foi residência do armador brasileiro Henrique Lage o qual construiu a casa para sua esposa, a cantora lírica italiana Gabriela Besanzoni. Possuindo assim a casa grandes capacidades acústicas.

Ligações externasEditar

  1. a b c http://www.eavparquelage.rj.gov.br/memoria/gestor/rubens-gerchman/
  2. a b «Historia da Arte: sim ou não». Jornal do Brasil. 5 de dezembro de 1975. Consultado em 25 de maio de 2018 
  3. a b c Zózimo (3 de dezembro de 1975). «percalços no parque». Jornal do Brasil: Caderno B pg.3. Consultado em 24 de maio de 2018