Escultura na areia

Em tempo de praia, construir um castelo na areia é uma forma das crianças se divertirem e sociabilizarem. Contudo, esta brincadeira torna-se, por vezes, uma paixão, ou uma especialidade dentro do desporto de construções na areia, praticado quer por crianças quer por adultos.

Castelos de areia
castelo de areia solidificado

As construções originais fazem-se, geralmente, com a própria areia da praia, constituída por sedimentos de rocha, que é molhada para permitir a fixação de estruturas. Porém, com o fascínio provocado pelas potencialidades deste passatempo, surgiram campeonatos, festivais e mesmo espectáculos de construções, que utilizam já misturas de areia com pequenas quantidades de argila para permitir construções ainda mais audazes.

GotejamentoEditar

 
Frente da caravela de Pedro Álvares Cabral

Uma variante do castelo de areia é feito por gotejamento, onde o castelo (ou outras estruturas) são desenvolvidas por pingos de mistura da areia com água, que forma as gotas, e a partir de movimentos com as mãos, pode-se realizar diversas formas. Alguns se referem à técnica como "drible". Quando a suspensão de areia e de água é feita em terrenos de estruturas de areia já existentes, o efeito é denominado Gaudi-esque.

No BrasilEditar

No Brasil a escultura em areia teve um grande incremento na década de 70 com a novela Mulheres de Areia, e os Concursos Brasileiros de Esculturas em Areia. Estes concursos tinham o patrocínio de Jornais Associados e uma empresa Aérea Internacional. Os prêmios eram bons como viagens a Paris e prêmio em dinheiro pelo Governo do Estado de São Paulo. Vários campeões brasileiros foram para França para disputar o campeonato Mundial de Esculturas em Areia. o precursor desta arte no Brasil foi o artista plástico e professor Pedro Germi, que através da criação da primeira escola oficial de ESCULTURA EM AREIA, promoveu curso por mais de 20 anos nas praias de Santos e São Vicente, ensinando aos interessados como fazer esculturas em areia. Na década de '90 os concursos Brasileiros não ocorreram e com isto a arte em areia perdeu sua força. No ano de 2000, o estado de SP retoma sua posição de destaque com a REALIZAÇÃO DO MAIOR EVENTO DE ESCULTURAS EM AREIA, o "BRASIL 500 ANOS EM ESCULTURAS EM AREIA", diante das comemorações de aniversário dos 500 anos do descobrimento do Brasil . Um museu de areia com mais de 300 peças esculpidas totalmente em areia foi criado contando a história do Brasil . Neste evento criado pelo escultor em areia e campeão brasileiro desta modalidade Claudio L. Nogueirol participam a convite outros grandes escultores em areia premiados e brasileiros, e com isto comprovavam para o mundo a qualidade desta arte.

No decorrer da década de 80 foi criada as primeiras escolas desta arte pelo litoral brasileiro ministradas por alunos e campeões brasileiros e mundiais formados pela PRIMEIRA ESCOLA desta arte fundada pelo mestre Pedro Germi. Hoje a escultura em areia no Brasil tem poucos ainda remanescentes que com grande paixão tentam manter a arte da areia através de oficinas realizadas em algumas cidades ainda somente no verão.

Em PortugalEditar

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Escultura na areia
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Escultura na areia
  Este artigo sobre arte ou história da arte é um esboço relacionado ao Projeto Arte. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.