Esmeralda (telenovela)

telenovela
 Nota: Se procura pela telenovela brasileira, veja Esmeralda (telenovela brasileira).

Esmeralda é uma telenovela mexicana dirigida por Beatriz Sheridan e a primeira telenovela produzida por Salvador Mejía Alejandre e exibida entre 28 de abril e 14 de novembro de 1997 pelo Canal de las Estrellas, em 144 capítulos às 20 horas, substituindo No tengo madre e sendo substituída por Desencuentro[1].

Esmeralda
Esmeralda (BR)
Esmeralda (telenovela)
Leticia Calderón como Esmeralda
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Romance
Duração 21/22 min (capítulos 1 ao 4 e 135-144)
41/44 min. (capítulos. 5 ao 29
51/55 min.s (capítulos 30 a 69)
Criador(es) Georgina Tinoco
Dolores Ortega
Luz Orlín
Baseado em Esmeralda de Delia Fiallo
Elenco Leticia Calderón
Fernando Colunga
Juan Pablo Gamboa
Enrique Lizalde
Laura Zapata
Ana Patricia Rojo
Salvador Pineda
Nora Salinas
Ignacio López Tarso
ver mais
País de origem  México
Idioma original espanhol
Episódios 144
Produção
Diretor(es) Beatriz Sheridan
Produtor(es) Salvador Mejía Alejandre
Produtor(es) associado(s) María del Carmen Marcos
Nathalie Lartilleux
Tema de abertura «Esmeralda» por Javier Rodriguez
Exibição
Emissora original Canal de las Estrellas
Formato de exibição (SDTV)
Transmissão original 28 de abril – 14 de novembro de 1997
Cronologia
Ya tengo madre
Desencuentro
Programas relacionados Esmeralda (1970)
Topacio (1984)
Esmeralda (2004)
Sin tu mirada (2017)

Original de Delia Fiallo, é um remake das novelas venezuelanas Esmeralda e Topacio, produzidas em 1970 e 1985, respectivamente e contou com a adaptação de Georgina Tinoco, Dolores Ortega e Luz Orlín.

Foi protagonizada por Letícia Calderón e Fernando Colunga[2], com as atuações estrelares de Raquel Olmedo, Raquel Morell, Enrique Lizalde, Nora Salinas e Juan Pablo Gamboa e antagonizada por Laura Zapata, Ana Patrícia Rojo e Salvador Pineda.

Sinopse

editar

A tempestuosa noite encontra uma parteira, Dominga (Raquel Olmedo), a assistir a um parto difícil. A mãe morre logo após dar à luz um menino. Entretanto, na Casa Grande da fazenda, Blanca de Velasco de Peñarreal (Raquel Morell), tem também um parto. Seu marido, Dom Rodolfo Peñarreal (Enrique Lizalde), aguarda ansiosamente fora do seu quarto, esperando que a criança será um menino. O seu médico não pode chegar à fazenda, porque a tempestade derrubou uma árvore na estrada. A família solicita a presença de Dominga, que substituirá as crianças sem que eles saibam.

A criança é uma menina - e aparentemente nasceu morta. Dominga, ao perceber a dor que esse resultado irá causar em Don Rodolfo. Crisanta, a babá da família fala sobre o menino órfão, e as duas decidem trocar os bebês enquanto Blanca ainda está inconsciente. Crisanta dá a Dominga brincos de esmeraldas que pertencem a Blanca dados como um preço pelo seu silêncio.

Dominga retorna para sua casa com o bebé morto nos braços. Pouco depois, a menina começa a chorar. Percebendo que ela havia cometido um erro terrível, Dominga resolve ficar com a menina como sua própria. Ela chama a menina de Esmeralda, por conta dos brincos de esmeralda.

Dezoito anos mais tarde, os Peñarreal retornam à Casa Grande depois de uma estadia na Cidade do México. O menino nascido naquela noite, José Armando Peñarreal (Fernando Colunga), é um jovem culto, e bem educado. Enquanto Esmeralda (Letícia Calderón), que tinha nascido cega, ainda vive no campo com Dominga. Pouco depois, eles se encontaram no amor - tanto para o desprazer de Don Rodolfo, que não sabe que a moça cega que tanto despreza é sua verdadeira filha.

Elenco

editar
Intérprete Personagem
Letícia Calderón Esmeralda Rosales / Esmeralda Peñareal De Velasco de Camacho
Fernando Colunga José Armando Camacho / José Armando Penãreal De Velasco
Raquel Morell Branca De Velasco de Peñareal
Enrique Lizalde Rodolfo Peñareal
Nora Salinas Graziela Linhares Peñareal
Laura Zapata Fátima Peñarreal de Linhares
Alejandro Ruiz Adrián Lucero
Salvador Pineda Dr. Lúcio Maláver
Juan Pablo Gamboa Dr. Álvaro Lazcano
Dolores Salómon Tula
Noé Murayama Fermino
Rafael Amador Dionisio Lucero
Alejandro Ávila Diseñador
Raquel Pankowsky Joana
Ursula Murayama Jacinta
Odín Dupeyrón Jacinto
Esther Rinaldi Florzinha Lucero
Ignacio López Tarso Melesio
Raquel Olmedo Dominga
Dina de Marco Crisanta
Ana Patrícia Rojo Georgina Pérez Montalvo
Sergio Jurado Joaquim Estrada
María Luisa Alcalá Dona Socorro
Elsa Cárdenas Hortência Lazcano
Elsa Navarrete Aurora
Gustavo Rojo Dr. Bernardo Pérez Montalvo
Mauricio Rubi Facundo
Juan Ríos Claudio
María Morena Doris Camacho
Alberto Santini Nacho
Gabriela Aponte Benita Camacho
Melba Luna Epifanía
Irán Eory Irmã Piedade
Gabriela Salomón Pietra
Natasha Dupeyrón Esmeralda Peñareal De Velasco / Esmeralda Rosales (criança)
Paola Flores Tomásia
Isadora González Tania
Lorena Martínez Irmã Lucila
Dacia González Rita Valverde
Roberto D'Amico Gustavo Valverde
Marco Uriel Emiliano Valverde
Raúl "Chóforo" Padilla Trolebús
Rosita Pelayo Hilda Ortega Olmedo
Rafael del Villar Sebastián Robles-Gil
Gustavo Aguilar Anuar
Eduardo Cáceres Femio
José Antonio Coro Juiz Díaz Mirón
Gabriela del Valle Zoila
Jesús Lara Tomás
Alma Rosa López Maribel
Fabrizio Mersini Luis
Genoveva Moreno Zenaida
Genoveva Pérez Eufraria
Jaime Puga Lino
Carlos Ramírez Dr. Ramos
José Luis Rojas Eleno
Roberto Ruy Indio Ofelio
Cuco Sánchez Don Cuco
Irma Torres Altagracia
Nicky Mondellini Dra. Rosario Muñoz
Horacio Vera Ciriaco

Exibição

editar

No México

editar

Foi exibida pela primeira vez pelo canal TLNovelas entre 07 de agosto de 2000 a 13 de fevereiro de 2001.

A trama foi reprisada por seu canal original por três ocasiões: Entre 7 de maio a 3 de agosto de 2001, substituindo El noveno mandamiento e sendo substituída por Atrévete a olvidarme, às 17h; pela segunda vez, entre 31 de agosto de 2009 e 1 de janeiro de 2010, substituindo Salomé e sendo substituída por Mariana de la noche[3]; e pela terceira vez desde 3 de abril e 2024, substituindo La mentira, às 14h30.[4]

Foi exibida pela segunda vez pelo TLNovelas entre 24 de outubro de 2011 e 1 de maio de 2012.[5]

No Brasil

editar

Foi exibida pelo SBT, entre 2 de outubro de 2000 e 6 de março de 2001, substituíndo a telenovela mexicana A Mentira e sendo substituída pela telenovela colombiana Café com Aroma de Mulher[6].

Foi exibida pelo canal pago TLN Network entre 11 de julho de 2011 a 24 de janeiro de 2012 substituindo Maria Isabel e sendo substituída por A Usurpadora.

Em 2016, o SBT anunciou durante seus intervalos a reprise da trama,[7][8] porém o canal cancelou esta reapresentação e optou pela volta de A Mentira, que tinha sido a antecessora de Esmeralda na exibição anterior da emissora.[9][10]

Em Portugal

editar

Foi exibida em Portugal pela RTP1 entre 07 de setembro de 1998 a 02 de abril de 1999.

Prêmios e nomeações

editar
Categoria Indicado Resultado
Melhor telenovela Salvador Mejía Venceu
Melhor atriz protagonista Leticia Calderón Indicado
Melhor ator protagonista Fernando Colunga Indicado
Melhor atriz antagonista Laura Zapata Indicado
Melhor ator antagonista Salvador Pineda Indicado
Melhor ator principal Ignacio López Tarso Venceu
Enrique Lizalde Indicado
Melhor atriz co-protagonista Nora Salinas Venceu
Raquel Morell Indicado
Melhor ator co-protagonista Alejandro Ruiz Venceu
Melhor direção de câmera Jesús Nájera Saro Venceu

Versões

editar

Referências

  1. «Leticia Calderón: las fotos inéditas del detrás de cámara de "Esmeralda"». Trome. 18 de fevereiro de 2021. Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  2. «"Esmeralda": Leticia Calderón no quería un final feliz con Fernando Colunga... ¿Se odiaban en la vida real?». Trome. 29 de agosto de 2020. Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  3. «Retransmisión de la telenovela Esmeralda por El Canal de Las Estrellas». De Telenovelas. 27 de agosto de 2009. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  4. MiMorelia.com (29 de fevereiro de 2024). «Televisa: Esmeralda vuelve a Las Estrellas». Mi Morelia.com (em espanhol). Consultado em 3 de abril de 2024 
  5. «Estrenos canal tlnovelas: Esmeralda, Rosa salvaje y Cadenas de amargura». Info Telenovelas. 6 de setembro de 2011. Consultado em 12 de dezembro de 2015 
  6. «O Dia na História (02/10/2000): Novela mexicana inédita 'Esmeralda' estreia na grade de programação do SBT». SBTPédia. 2 de outubro de 2019. Consultado em 25 de fevereiro de 2023 
  7. NaTelinha (18 de março de 2016). «SBT anuncia reprise da versão original da novela "Esmeralda"». Universo Online. Consultado em 28 de março de 2018 
  8. Observatório da Televisão (28 de março de 2018). «Reprise de Esmeralda estreia nas tardes do SBT». Universo Online. Consultado em 28 de março de 2018 
  9. NaTelinha (21 de março de 2016). «SBT muda de ideia e troca reprise de "Esmeralda" por "A Mentira"». Universo Online. Consultado em 28 de março de 2018 
  10. «SBT troca reprise de 'Esmeralda' por 'A Mentira'; entenda». SBTpedia. Consultado em 28 de março de 2018 
  11. «"Esmeralda" (1970)» 
  12. «"Topacio" (1984)» 
  13. «SBT faz remake de novela mexicana que exibiu em 2000». Folha de São Paulo. 5 de dezembro de 2004. Consultado em 25 de fevereiro de 2023 

Ligações externas

editar