Espúrio Papírio Crasso

Espúrio Papírio Crasso (em latim: Spurius Papirius Crassus) foi um político da gente Papíria nos primeiros anos da República Romana, eleito tribuno consular 382 a.C..

Espúrio Papírio Crasso
Tribuno consular da República Romana
Tribunato 382 a.C.

Tribunato consular (382 a.C.)

editar
 Ver artigo principal: Guerra romano-prenestina

Em 382 a.C, foi eleito tribuno consular com Sérvio Cornélio Maluginense, Lúcio Papírio Crasso, Lúcio Emílio Mamercino, Quinto Servílio Fidenato e Caio Sulpício Camerino[1].

Lúcio e Espúrio Papírio comandaram as legiões romanas que derrotaram os habitantes de Velécia e o contingente prenestino aliado enquanto Lúcio Emílio e os demais tribunos receberam o comando das forças deixadas em Roma para a defesa da cidade[1].

Ver também

editar
Tribuno consular da República Romana
 
Precedido por:
Sérvio Sulpício Rufo III

com Lúcio Emílio Mamercino IV
com Aulo Mânlio Capitolino III
com Lúcio Lucrécio Tricipitino Flavo III
com Lúcio Valério Publícola IV
com Marco Trebônio

Lúcio Papírio Crasso
382 a.C.

com Espúrio Papírio Crasso
com Caio Sulpício Camerino
com Sérvio Cornélio Maluginense III
com Quinto Servílio Fidenato
com Lúcio Emílio Mamercino V

Sucedido por:
Lúcio Fúrio Medulino Fuso

com Marco Fúrio Camilo VI
com Lúcio Lucrécio Tricipitino Flavo IV
com Aulo Postúmio Albino Regilense
com Marco Fábio Ambusto
com Lúcio Postúmio Albino Regilense

Referências

  1. a b Lívio, Ab Urbe Condita VI, 3, 22.

Bibliografia

editar
  • T. Robert S., Broughton (1951). «XV». The Magistrates of the Roman Republic. Volume I, 509 B.C. - 100 B.C. (em inglês). I. Nova Iorque: The American Philological Association. 578 páginas