Diferenças entre edições de "Antônio Ferreira Viana"

329 bytes adicionados ,  13h58min de 11 de abril de 2008
sem resumo de edição
Estudou no [[Colégio Pedro II]], no Rio e depois na [[Faculdade de Direito de São Paulo]], onde formou-se em [[1855]]. De volta ao Rio foi nomeado [[promotor público]] da corte.
 
Ao final de quatro anos retornou à [[advocacia]] e entrou para o jornalismo político, onde colaborou com o [[Correio Mercantil]]. Depois foi chefe da redação do ''Diário do Rio de Janeiro'', atacando o ministério de [[Zacarias de Góis|Zacarias de Vasconcelos]].
 
Foi deputado, presidente da câmara municipal, [[ministro]] da Justiça e do Império. De espírito [[filantropia|filantrópico]] fundou [[escola]]s, [[hospital|hospitais]], [[asilo]]s, [[orfanato]]s e [[albergue]]s, além de ter defendido a causa da [[abolicionismo|abolição da escravatura]].
 
==Fonte de referência==
*[[Aquiles José Gomes Porto-Alegre|PORTO-ALEGRE, Achylles]]. Homens Illustres do Rio Grande do Sul. Livraria Selbach, Porto Alegre, 1917.
 
 
{{começa caixa}}
{{caixa de sucessão
|título=[[Anexo:Lista de ministros da Justiça do Brasil|Ministro da Justiça do Brasil]]
|anos=[[1888]] — [[1889]]
|antes=[[Samuel Wallace MacDowell]]
|depois=[[Rosa e Silva|Francisco de Assis Rosa e Silva]]
}}
{{termina caixa}}