Autofecundação: diferenças entre revisões

1 774 bytes removidos ,  07h04min de 14 de maio de 2008
m
Revertidas edições por 189.43.16.2, para a última versão por 189.12.156.110
m (Revertidas edições por 189.43.16.2, para a última versão por 189.12.156.110)
'''Autofecundação''' é quando a [[fecundação]] se dá entre [[gametas]] produzidos pelo mesmo [[organismo]].
Ocorre em indivíduos que possuem o sexo masculino e feminino de forma que os gametas se encontre no organismo.([[hermafroditas]]) {{mínimo}}
 
{{esboço-biologia}}
== AUTOFECUNDAÇÃO==
 
[[Categoria:Biologia]]
 
 
 
 
 
 
CONCEITO
 
 
A autofecundação é um processo de propagação sexuado, que se verifica naturalmente em muitas espécies vegetais, que contam com os aparelhos reprodutores masculino e feminino na mesma planta. Também é utilizado em programas de melhoramento, com vistas a obtenção de linhagens homozigóticas, para obtenção de híbridos heteróticos, a partir de seus intercruzamentos.
 
 
 
 
EFEITO DA AUTOFECUNDAÇÃO
 
 
Se uma população de heterozigotos (100% Aa) é autofecundada, a descendência (F1) será formada de 50% de heterozigotos e 50% de homozigotos (AA + aa). Assim, em apenas uma geração de autofecundação a freqüência de heterozigoto reduz-se à metade. Este fato se verifica nas gerações seguintes, ou seja, se a F1 for novamente autofecundada, teremos:
 
 
 
 
F1 Probabilidade AA Aa aa
AA 0,25 0,25 - -
Aa 0,50 0,125 0,25 0,125
aa 0,25 - - 0,20
Total 1,00 0,375 0,25 0,375
 
 
 
Verifica-se que agora a freqüência de heterozigoto, reduzida à metade, é de 25%. Os 25 % restantes é distribuído equitativamente para os homozigotos.
 
 
 
 
DESCENDÊNCIA POR AUTOFECUNDAÇÃO
 
 
Há uma forma generalizada de predizer a descendência após n gerações de autofecundação em uma dada população. Como ilustração é considerado um exemplo de uma população constituída inicialmente por 20 AA, 40 Aa e 40 aa. A freqüência inicial de heterozigotos é, portanto 0,4. A freqüência de heterozigotos será reduzida à metade a cada geração de autofecundação, e portanto pode ser estimada por meio de:
 
f(Hn) = (1/2)^n f(Ho)
 
em que
 
f(Hn) : freqüência de heterozigotos após n gerações de autofecundações;
 
f(Ho) : freqüência inicial de heterozigotos.
 
Como exemplo, será obtida a relação genotípica após 3 gerações de autofecundações.
 
f(Ho) = 0,4
 
f(Hn) = (1/2)³ f(Ho)=(1/2)³ (0,40) = 5%
 
A redução na freqüência de heterozigotos foi, portanto, de 35%, dos quais 17,5 contribuiram para o acréscimo de aa (totalizando 57,5%) e 17,5 para o acréscimo de AA (totalizando 37,5).
59 751

edições