Abrir menu principal

Alterações

2 bytes removidos, 12h39min de 30 de maio de 2008
sem resumo de edição
{{coor title dms|35|02|22|N|135|43|46|E|region:JP_type:landmark}}
[[image:Kinkaku-ji.jpg|thumb|250px|right|O Kinkaku-ji e o ''Kyōko-chi'' que o rodeia]]
O '''Kinkaku-ji''' (em [[língua japonesa|japonês]] 金閣寺, ''Templo do Pavilhão Dourado'') é o nome dado ao templo ''Rokuon-ji'' (鹿苑寺), situado na [[cidade]] de [[Quiotokyoto (cidade)|Quiotokyoto]] no [[Japão]] e rodeado pelo ''Kyōko-chi'' (lago espelhado). Todo o [[pavilhão]], exceptuando o rés-de-chão(andar térreo), está coberto de folha de [[ouro]] puro, e no [[telhado]] do pavilhão está uma ''[[fenghuang]]'' dourada ([[fénix]] [[china|chinesa]]).
 
O local onde o Pavilhão Dourado (designado formalmente por 'Shariden') se situa foi usado por volta de 1220 como local de descanso para Kintsune Saionji, mas o pavilhão em si foi construído em 1397, para servir como local de descanso para o [[shogun]] [[Yoshimitsu Ashikaga]]. O seu filho foi o responsável pela conversão num [[templo]] [[Zen]] de orientação [[Rinzai]]. Durante a [[Guerra de Onin]] o templo foi queimado várias vezes. O neto de Yoshimitsu criou o [[Ginkaku-ji]] inspirado no Kinkaku-ji, e tencionava cobrir o novo templo [[budismo|budista]] de [[prata]], o que acabou por não conseguir fazer.
Utilizador anónimo