Diferenças entre edições de "Larmanjat"

20 bytes adicionados ,  01h53min de 10 de janeiro de 2006
m
Bot: Mudança automática (-\[\[([aA]lcântara)\]\] +\1)
m (Bot: Mudança automática (-\[\[([aA]lenquer)\]\] +\1))
m (Bot: Mudança automática (-\[\[([aA]lcântara)\]\] +\1))
No dia [[5 de Fevereiro]] do mesmo ano o rei [[D. Luís I]] fez o trajecto Lisboa - Lumiar, e no dia seguinte a direcção do caminho de ferro punha , gratuitamente, à disposição do público, um comboio que efectuou três viagens de ida e volta entre o [[Arco do Cego]] e o [[Lumiar]].
 
Enquanto se procuravam melhorar as condições técnicas do novo sistema, Saldanha requereu novas concessões, e assim , a [[11 de Julho]] de [[1871]], obteve a licença para estabelecer um caminho de ferro ''Larmanjat'' entre [[Lisboa]] e [[Sintra]] e em 29 do mesmo mês, outra licença para o percurso de [[Cascais]] a [[Santa Maria de Belém|Belém]], prolongando depois essa via até [[Alcântara (Lisboa)|Alcântara]].
 
A empresa requeria muitos capitais que era dificilmente suportados. Rapidamente o Governo admitiu o trespasse das concessões para uma companhia inglesa, ''The Lisbon Steam Tramways Company, Limited'', vulgarmente conhecida pela ''Companhia de tramways a vapor''.
2 128

edições