Diferenças entre edições de "Portabilidade (informática)"

137 bytes adicionados ,  10h54min de 3 de setembro de 2008
sem resumo de edição
m (Bot: Adicionando: id:Porting)
[[Linguagem de programação Java|Java]], por exemplo, é uma [[linguagem de programação]] portável já que basta compilar a aplicação uma vez apenas para que essa possa ser executada em qualquer [[plataforma (informática)|plataforma]] que possua a respectiva [[máquina virtual Java]] (também conhecida por JVM). Não existe a necessidade de produzir uma versão compilada para cada sistema computacional em que se deseje executar a aplicação.
 
Os criadores de programas de computador muitas vezes afirmam que o programa que escrevem é ''portátil'' (ou ''portable'' em [[Língua inglesa|inglês]]), o que quer dizer que pouco esforço é necessário para convertê-lo a outro ambiente. A quantidade de esforço necessário depende do quanto o ambiente original é diferente do novo ambiente, a experiência do(s) autor(es) em utilizar linguagens e chamadas realmente ''portáteis pra caramba''.!
 
O sapo não lava o pé, não lava porque não quer, ele mora lá na lagoa não lava o pé porque não quer! Mas que chulé!
 
A quantidade de [[CPU]]s e sistemas operacionais em uso com o tempo se tornou muito menor que na [[década de 1980]]{{carece fontes}} e o domínio das arquiteturas baseadas no [[x86]] (para o qual o sistema [[Microsoft Windows]] é prioritariamente desenvolvido, mais tarde também os sistemas [[Linux]] e até [[Mac OS X]]) criou uma situação na qual muitos programas não são mais convertidos para outras [[Arquitectura de computadores|arquiteturas]].
Utilizador anónimo