Abrir menu principal

Alterações

1 418 bytes removidos, 15h19min de 14 de setembro de 2008
m
Desfeita a edição 12279881 de 189.67.231.165 (contribs) - VDA: http://www.arq.ufmg.br/nehcit/vitoria/inicio.php?menu=vitória
 
[[Categoria:Baías do Brasil|Vitória, Baía de]]
Da Baía de Vitória
A história do Estado do Espírito Santo, iniciou-se na Baía de Vitória no século XVI. Esta baía tem uma forma de canal, e por isso já foi considerada o estuário do Rio Santa Maria. Porém, em 1943, concluiu-se ser uma baía. Ela localiza-se entre os municípios de Vitória (1551), Vila Velha (1535), Cariacica e Serra. A baía de Vitória é precedida pela Baía do Espírito Santo, situada entre o porto do Tubarão (ao norte da parte continental de Vitória) e o Morro de Santa Luzia (ao sul, no município de Vila Velha). A partir Morro do Moreno, localizado próximo à enseada de Vila Velha, tem início a barra extensa da entrada da baía de Vitória. O seu canal se estende no sentido leste-oeste com profundidade variando entre 5 e 25 metros. O canal forma um porto natural, onde se situam os Portos de Vitória (iniciado em 1911 concluído em 1940), Capuaba (inaugurado em 1978) e Paul. Os lugares de destaque da Baía de Vitória são o Morro do Convento da Penha, a garganta do Penedo, que se situam em Vila Velha, e o centro de Vitória. A parte posterior da Baía de Vitória é denominada de Lameirão, situado na desembocadura do Rio Santa Maria. A Baía de Vitória continua tendo uma forma irregular, apesar dos aterros constantes e a descaracterização das restingas e mangues. Ver a rede de memória visual da baía de Vitória. (http://www.arq.ufmg.br/nehcit/vitoria)