Diferenças entre edições de "Cardeal-presbítero"

23 bytes adicionados ,  03h19min de 15 de setembro de 2008
sem resumo de edição
Formalmente estão acima da ordem dos [[cardeal-diácono|cardeais-diáconos]] e abaixo dos [[cardeais-bispos]] mas deve ressaltar-se que isso não envolve uma questão de maior ou menor autoridade. Tanto é que tanto os cardeais-diáconos como os cardeais-presbíteros são, em quase sua totalidade, [[bispos]] de importantes [[dioceses]] espalhadas por todos os pontos do globo.
 
Os cardeais dividem-se em ordens, e, ao contrário do que popularmente se imagina não são um grau superior dentro da hierarquia da [[Igreja Católica|Igreja]].
 
No passado, certos padres (presbíteros) que ocupavam posições de relevo na diocese de [[Roma ]]eram reconhecidos como cardeais, ou seja, padres que estavam à frente das mais antigas igrejas de [[Roma]] e eram escolhidos pelo [[papa]] para auxiliá-lo nas suas atividades como [[bispo de Roma]]. A cada um desses presbíteros era concedida uma Igreja em Roma da qual ele seria o [[pároco]]. Porém, com o tempo o título passou a ser algo mais ou menos honorífico uma vez que dificilmente um cardeal teria tempo para cumprir suas tarefas paroquiais devido às suas tarefas na [[Cúria Romana]]. Embora um pároco dirija aquela paróquia, ela oficialmente tem como titular o cardeal-presbítero vinculado a ela, e tem seu brasão de armas no frontispício do prédio.
 
==Ver Também==