Abrir menu principal

Alterações

249 bytes adicionados ,  12h04min de 16 de setembro de 2008
Repondo fotografia (tirada por mim)
Abrigado da violência das tempestadas pelo [[Monte Brasil]] e da cobiça de [[pirata]]s e [[corsários]] pela [[Fortaleza de São João Baptista]] a [[Oeste]] e pelo [[Forte de São Sebastião (Angra do Heroísmo)|Forte de São Sebastião]] a [[Leste]], o Porto de Pipas foi a plataforma giratória que permitiu que Angra do Heroísmo se tornasse um importante centro redistribuição de bens de consumo, tendo assumido um papel central em termos de navegação de cabotagem.
 
[[Image:Fragata da Marinha Portuguesa no Porto de Pipas, Angra do Heroísmo, ilha Terceira, Açores, Portugal.jpg|thumb|250px|Fragata da Marinha Portuguesa no Porto de Pipas, [[Angra do Heroísmo]], [[ilha Terceira]], [[Açores]], [[Portugal]].]]
 
Ainda no [[século XV]] assumiu o lugar de principal centro de distribuição de pessoas e mercadorias não apenas da ilha como também do Grupo Central dos Açores. A primeira informação arquitectural que existe a seu respeito é um desenho de [[Jan Huygen van Linschoten]], datado do [[século XVI]], mostrando apenas um pequeno ancoradouro. Ao longo dos séculos a sua estrutura foi sendo alterada, até dar lugar, já na [[década de 1960]], ao actual cais acostável.