Abrir menu principal

Alterações

15 bytes adicionados ,  17h26min de 16 de setembro de 2008
sem resumo de edição
O '''tratado de Alcanizes''' ou '''Alcañices''' foi assinado entre os soberanos de [[reino de Leão|Leão]] e [[Reino de Castela|Castela]], [[Fernando IV de Castela|Fernando IV]] ([[1295]]-[[1312]]), e de [[Portugal]], [[Dinis de Portugal|D. Dinis]] ([[1279]]-[[1325]]), a [[12 de Setembro]] de [[1297]], na povoação [[Espanha|espanholaleonesa-castelhana]] de [[Alcanizes]] (em [[língua castelhana]] ''Alcañices'').
 
Por ele, se restabelecia a paz fixando-se os limites fronteiriços entre os dois reinos, em fins do [[século XIII]]. Em troca dosde direitos portugueses nos domíniostermos de [[Arouche]] e de [[Aracena]], passavam para a posse definitiva de D. Dinis de Portugal as chamadas terras de [[Riba-Côa]], que compreendiam as seguintes povoações e respectivos [[castelo]]s:
 
*[[Campo Maior (Portugal)|Campo Maior]]
*[[Olivença]] (hoje administrada por [[Espanha]], ver [[Questão de Olivença]])
*[[Ouguela]]
*[[SanSão FelicesFélix de losdos GallegosGalegos]] (hoje na posse dade Espanha)
 
E em troca de direitos portugueses nos domínios de [[
Aiamonte|Ayamonte]], [[Esparregal]], [[Ferreira de Alcantara|Herera]] e [[Valença de Alcantara|Valencia]], D. Dinis recebia:
 
as chamadas terras de [[Riba-Côa]], que compreendiam as seguintes povoações e respectivos [[castelo]]s:
 
*[[Almeida]]
*[[Vilar Maior]]
 
Adicionalmente, em troca de direitos portugueses nos domínios de [[Ayamonte]], [[Esparregal]], [[Herrera de Alcántara|Ferreira]] e [[Valencia de Alcántara|Valença]], D. Dinis recebia:
*[[Campo Maior (Portugal)|Campo Maior]]
*[[Olivença]] (hoje administrada por [[Espanha]], ver [[Questão de Olivença]])
*[[Ouguela]]
*[[San Felices de los Gallegos]] (hoje na posse da Espanha)
 
Uma versão do tratado, cujo exemplar em Castelhano hoje se encontra depositado no [[Arquivo Nacional da Torre do Tombo]], encontra-se transcrita por [[Rui de Pina]] na [[Crónica de El-Rei D. Dinis]]. No [[século XIX]], o original foi publicado pelo [[Visconde de Santarém]] ([[1846]]).
Utilizador anónimo