Diferenças entre edições de "Fausto Wolff"

202 bytes removidos ,  20h23min de 1 de outubro de 2008
m
Revertidas edições por 200.137.195.243 para a última versão por Gjpab (Huggle)
m (Revertidas edições por 200.137.195.243 para a última versão por Gjpab (Huggle))
A partir daí, longe do cotidiano das redações de jornais, dedicou-se à literatura, também se responsabilizando pela [[tradução]] de algumas obras. Em [[1997]], venceu o [[Prêmio Jabuti]] por seu romance ''À mão esquerda''. Voltou a colaborar para o Pasquim através da reedição do periódico, lançada em [[1 de abril]] de [[2002]] e rebatizada de Pasquim 21.<ref name="folha">{{citar web|url=
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ilustrada/ult90u22359.shtml|titulo="Pasquim 21" será lançado em São Paulo no dia 1º de abril|acessodata=[[7 de setembro]] de [[2008]]}}</ref> Em [[1999]], participou da revista de humor e política [[Bundas (revista)|Bundas]], onde assinava uma irônica coluna com o pseudônimo de ''Natanael Jebão'', um colunista social direitista e defensor da corrupção do poder.
 
Fausto Wolff, apesar de declarar-se esquerdista, tinha enorme preconceito contra nordestinos, homossexuais e deficientes físicos, como comprovam seus textos compilados no livro "ABC do Fausto Wolff".
 
Em seus últimos anos, manteve uma coluna diária no "Caderno B" do [[Jornal do Brasil]].<ref name="jb">{{citar web|url=
186 462

edições