Elaphurus davidianus: diferenças entre revisões

sem resumo de edição
(atualizar estado conserv)
Sua sobrevivência se deve em boa parte ao missionário francês [[Armand David]], que em [[1865]] levou vários exemplares à [[Europa]]. Os animais foram retirados de uma reserva imperial da [[Dinastia Qing]], onde a espécie estava confinada e a entrada era punida com a pena de morte.
 
Segundo a [[IUCN]], este cervídeo estáfoi em 2008 classificado como [[Estado de conservação|criticamenteextinto ameaçadoem demeio extinçãoselvagem]] (em perigo crítico).
 
== {{Links}} ==
Utilizador anónimo