Alberto Migré: diferenças entre revisões

75 bytes adicionados ,  1 de novembro de 2008
sem resumo de edição
'''Alberto Migré''', nascido '''Felipe Alberto Milletari''' ([[Buenos Aires]], [[12 de setembro]] de [[1931]] — Buenos Aires, [[10 de março]] de [[2006]]) foi um [[Roteiro|guionista]] e [[produtor]] de [[televisão]] [[Argentina|argentino]].
 
== Vida ==
De pequeno começou sua carreira como [[ator]] no rádio com ''[[La pandilla de Marylin]]'', integrando elencos infantis junto com [[Juan Carlos Altavista]] e [[Nelly Prince]], entre outros artistas. Na [[Radio Libertad]] foi telefonista e redator de notícias. Estudou letras e escreveu seu primeiro texto aos quinze anos, ''La sombra de la bailarina'', para [[Chela Ruiz]]. Em [[1948]] formou sua própria companhia na Radio Libertad onde dirigia e era chefe de elenco. Na [[década de 50]] se consolidou e se destacou junto a outros talentos dessa época como [[Abel Santa Cruz]], [[Nené Cascallar]], [[Delia González Márquez]] e [[Alma Bresan]]. Sempre viveu com seus pais e os atendeu até que eles faleceram bem velhos. Entre radioteatros e novelas tinha registradas mais de setecentas obras. Nos últimos anos de sua vida foi presidente da [[Sociedad General de Autores de la Argentina]] (''Argentores''). Faleceu na madrugada de sexta-feira 10 de março de 2006 na sua casa em Buenos Aires, Argentina. Sofreu uma parada cardíaca enquanto dormia, aos setenta e quatro anos de idade. Foi enterrado no cemitério de [[Chacarita]], em Buenos Aires.
 
{{esboço-biografias}}
 
== {{Ligações externas}} ==
* [http://spanish.imdb.com/name/nm0586035/ Filmografia no IMDB]
 
{{esboço-biografias}}
[[Categoria:Produtores]]
 
[[Categoria:Argentinos]]
[[Categoria:Produtores de televisão da Argentina|Migre, Alberto]]
[[Categoria:Roteiristas da Argentina|Migre, Alberto]]
 
[[en:Alberto Migré]]
286 030

edições