Abrir menu principal

Alterações

30 bytes adicionados ,  00h37min de 24 de novembro de 2008
sem resumo de edição
Para Barros (2003), fusão é a união de duas ou mais empresas que deixam de existir legalmente para formar uma terceira, com nova identidade, teoricamente sem predominância de nenhuma das empresas anteriores. Normalmente, ocorre o controle administrativo da maior ou da mais próspera. Uma grande diferença entre fusão e aquisição é que a segunda implica alto grau de investimento e de controle, além de um processo de integração mais complexo.
 
 
----
 
''1-Fatores determinantes da fusão de empresas''
 
Segundo Hitt, Ireland e Hoskisson (2007), existem ainda outras razões para que ocorra o processo de Aquisição e Fusão nas organizações como: aumentar o poder de mercado, superar barreiras de entrada, diminuir os custos e os riscos de desenvolvimento de novos produtos e conseguir uma comercialização mais rápida, maior diversificação e aprender e desenvolver novas capacitações.
 
----
 
''2-Classificação dos tipos de fusão''
 
O conglomerado administrativo incorpora as características do conglomerado financeiro, acrescendo a elas o provimento de serviços administrativos e de experiência administrativa conduzindo, dessa forma, as decisões operacionais das demais empresas.
 
----
 
''3-Processo jurídicos para realização de fusão de empresas''
 
O CADE é a última instância na esfera administrativa, responsável pela decisão final sobre a matéria concorrencial. Assim, após receber os pareceres das duas secretarias (Seae e SDE) tem a tarefa de julgar os processos.
 
----
 
''4-Etapas do processo de fusão''
Vários estudiosos sobre o tema concordam que esta é uma etapa do processo fundamental para garantir o sucesso da operação. Quando uma empresa é incorporada à outra, obrigatoriamente, se encontram duas culturas diferentes, tendo cada uma delas pressupostos, crenças, modos distintos de interpretar a realidade, de organizar os processos e de fazer acontecer. A integração destes dois mundos varia em função dos objetivos a serem atingidos com a aquisição, determinando a maneira de conduzir a gestão das pessoas. (BARROS, 2003).
 
 
----
 
''5-Referências Bibliográficas''
2

edições