Diferenças entre edições de "The Satanic Verses"

844 bytes adicionados ,  01h09min de 24 de novembro de 2008
m
sem resumo de edição
m
'''The Satanic Verses''' ('''Versículos Satânicos''', título em Portugal, ou '''Versos Satânicos''', título no Brasil) é uma obra literária do escritor [[Reino Unido|britânico]] de origem [[Índia|indiana]] [[Salman Rushdie]], editada em [[1989]].
 
O livro conta as aventuras de dois [[índia|indianos]] [[muçulmanos]] que sobreviveram a um atentado a [[bomba]] de separatistas [[Sikhismo|''sikh'']] em um avião. Após a queda, na Inglaterra, um deles, ''Saladim Chamcha'', desenvolve chifres, cascos e um rabo. O outro, ''Gibreel Farishta'', cria um [[Halo (fenómeno óptico)|halo]] e sonha em conhecer o profeta ''Mahound'' (antigo termo pejorativo para [[Maomé]]).
Pela crítica em relação ao [[Islamismo]], o autor foi jurado de morte pelo aiatolá [[Khomeini]]. O enredo desenvolve-se na [[Índia]] e na [[Inglaterra]] e o título refere-se a alguns versos do [[Corão]], conhecidos por versículos Gharanigh.
 
Na Inglaterra, militantes muçulmanos queimaram o livro. Em vários países foi proibida a sua edição. A reação mais violenta veio do [[Irã]]. Em 1989, o aiatolá [[Khomeini]] decretou uma sentença de morte contra o autor e líderes religiosos iranianos ofereceram 6 milhões de dólares como recompensa pelo assassinato de Rushdie.
 
Pela crítica em relação ao [[Islamismo]], o autor foi jurado de morte pelo aiatolá [[Khomeini]] que, sem ser citado explicitamente, aparece em um dos sonhos de ''Gibreel''. O enredo desenvolve-se na [[Índia]] e na [[Inglaterra]] e o título refere-se a alguns versos do [[Corão]], conhecidos por versículos ''Gharanigh''.
 
{{esboço-livro}}
14 510

edições