Assimilação (fonologia): diferenças entre revisões

bot : reversão de 201.11.133.54 (vandalismo : -17), revertendo para a versão 11214331 de Erikapa
(bot : reversão de 201.11.133.54 (vandalismo : -17), revertendo para a versão 11214331 de Erikapa)
'''Assimilação''' é um [[metaplasmo]] que consiste ou na aproximação ou na perfeita identidade entre dois fonemas, como ocorreu, por exemplo, na evolução da palavra latina "pe'''<u>rs</u>'''icum" (de ''Mela Persicum'', literalmente "Maçã da [[Pérsia]]") para o português "pê'''<u>ss</u>'''ego".
 
A assimilação é um força muito presente na língua falada que tenta fazer com que dois fonemas diferentes, mas com algum tipo de parentesco, se tornem iguais ou semelhantes.
Por exemplo, a palavras 'quando', escirta com 'ndo' passa a ser pronunciada 'quano', por que os fonemas /n/ e /d/ são semelhantes, pois são produzidos na mesma zona de articulação. Ambas são consoantes dentais e por isso condensam o som de 'ndo' em 'no'. Veja outros exemplos:
 
aprendeNDO > aprendeNNO > aprendeNO
falaNDO > falaNNO > falaNO
 
A assimilação também acontece com os fonemas /m/ e /b/, como na palavra 'também', que passa a ser pronunciada 'tamém'. O que oocorre é a assimilação do /m/ pelo /b/, uma vez que a semelhança entre as duas consoantes é que elas são bilabiais.