Diferenças entre edições de "Estabilidade"

1 359 bytes removidos ,  11h47min de 18 de dezembro de 2008
m
Desfeita a edição 13374694 de 200.228.74.22 (discussão | contribs) -copy & paste
m (Desfeita a edição 13374694 de 200.228.74.22 (discussão | contribs) -copy & paste)
{{desambiguação}}
A estabilidade no emprego consistia em garantia constitucional personalíssima, que o empregado público adquiria no emprego público.
 
Com a Emenda Constitucional 19 a estabilidade foi alterada, visando inicilamente a redução de gastos e secundariamente dar efetividade ao principio da eficiência, este alterou as regras para se alcançar a estabilidade.
A expressão '''estabilidade''' está associada à idéia de permanência em um determinado estado por um determinado ente. Desta forma, ela tem aplicação em disciplinas diversas:
Os requisitos para alcançar a estabilidae são cumulativos:nomeação em caráter efetivo, concurso público, estágio probatório e avaliação de desempenho.
 
*[[Estabilidade (física)|Estabilidade]] é um conceito próprio da [[resistência dos materiais]].
1ª – NOMEAÇÃO EM CARÁTER EFETIVO: Efetividade é atribuição do cargo, a pessoa é contratada com a intenção de que continue no serviço público. O empregado temporário nunca será efetivo.
*[[Estabilidade econômica]] diz respeito à inexistência de mudanças bruscas na economia de um determinado grupo ou país.
2ª – DECORRER DE CONCURSO PUBLICO: O empregado deve ter sido aprovado em concurso público. O cargo em comissão e temporário não estão incluídos.
* A '''estabilidade''' no emprego constituiu uma garantia contra a despedida arbitrária do empregado.
3ª – ESTÁGIO PROBATÓRIO: é um lapso temporal com a finalidade de analisar os serviços prestados pelo servidor; no caso dos empregados públicos a Emenda Constitucional 19 fixou em 3 anos o prazo de estágio probatório. Excessão Ministério Público e Magistratura (2 anos.)
 
O tempo do estágio probatório não se acumula quando houver troca da função a ser empregada, o que acumula é o tempo de serviço público para efeitos de aposentadoria.
[[Categoria:Desambiguação]]
4ª – AVALIAÇÃO ESPECIAL DE DESEMPENHO: estabelicida no artigo 41, §4º da Emenda Constitucional 19, é um período em que o empregado estará tendo seu desempenho analisado e avaliado, decorrente do principio da eficiência. Caso a avaliação da comissão não o considere o empregado apto ele é exonerado, este ato é motivado.
Na prática não existem muitas comissões instituidas com esse fim, mas isso não interferirá no alcance da estabilidade do servidor.
O servidor já estavél técnicamente passa por essa avaliação anualmente.
87 349

edições