Diferenças entre edições de "Auto Club Speedway"

5 008 bytes adicionados ,  00h44min de 21 de dezembro de 2008
sem resumo de edição
m (Bot: Modificando: fr:Auto Club Speedway)
{{geocoordenadas|34_5_18.888_N_117_30_0.0000_W_type:landmark_region:US|34° 5' N 117° 30' O}}
'''Auto Club Speedway'''(antigamente'''California Speedway''') é um circuito oval localizado em [[Fontana]] no estado [[Estados Unidos da América|americano]] da [[Califórnia]], aproximadamente 60 [[km]]s de distância de [[Los Angeles]].
 
O traçado possuí 2 [[milha]]s ou 3,2 kms de extensão com inclinação de 14° nas curvas de maior raio, 11° na curva principal e 3° na reta oposta. Acomoda 94,000 espectadores.
 
Recebe 5 etapas anualmente das 3 principais divisões da [[NASCAR]] e fechafechava a temporada nada [[Indy Racing League]], e antes da [[Champ Car|CART]] etapa que em [[1999]] morreu o piloto [[Canadá|canadense]] [[Greg Moore]].
 
==História==
{{esboço-auto}}
 
 
O circuito foi construído por [[Roger Penske]], na época em que o poderoso grupo [[Penske Racing|Penske]] possuía várias pistas de corridas nos [[Estados Unidos]], tendo como modelo o [[Michigan International Speedway]].
 
O formato em “D” das pistas de Michigan e Fontana é essencialmente o mesmo, diferenciando-se apenas na inclinação das curvas (18 graus em Michigan e 14 graus em Fontana). Ambas são pistas de alta velocidade, muito largas, espaçosas e que podem até serem consideradas seguras.
 
A construção do autódromo começou em [[22 de Novembro]] de [[1995]] e a corrida inaugural aconteceu em [[21 de Junho]] de [[1997]], com provas da Nascar Winston West e da IROC. No dia seguinte aconteceria a primeira prova da divisão principal da [[Nascar]] nesse circuito, numa prova de 500 milhas vencida por [[Jeff Gordon]].
 
Os [[monopostos]] chegariam a Fontana no final do mês de setembro daquele mesmo ano de 1997. Em 27 de Setembro aconteceu a prova da Indy Lights, com vitória de Clint Mears. Nesse mesmo dia, durante os treinos para a prova da Champ Car do dia seguinte, o piloto [[Brasil|brasileiro]] Maurício Gugelmin marcou uma volta a 240,942 milhas por hora (388 km/h), batendo o recorde de velocidade em circuito fechado da época.
 
No dia seguinte, na Marlboro 500 que encerrava a temporada de 1997 da [[Champ Car|CART]], a vitória ficou com o piloto inglês Mark Blundell.
 
As provas disputadas em Fontana pela CART se caracterizavam por intensa disputa e trocas de posições e finais empolgantes, com a vitória sendo decidida na última volta. A intensidade da disputa e os carros andando todos juntos aproveitando o vácuo intenso do tráfego tornavam a prova parecida com o que é [[Talladega Superspeedway|Talladega]] para a Nascar. Com a diferença que nunca aconteceu de fato um acidente múltiplo (big one) grave nas provas da CART ali disputadas.
 
O ano de 1999 foi bastante marcante para a pista de Fontana. Em julho daquele ano foi anunciada a venda de todos os circuitos que pertenciam a Roger Penske para a International Speedway Corporation (ISC). E em [[31 de outubro]] a pista sediou a última prova da temporada e a mais empolgante decisão de título da CART de todos os tempos, entre [[Juan Pablo Montoya]] e [[Dario Franchitti]]. Pena que a vitória(que empatou em pontos com Franchitti mas venceu por ter mais vitórias) de [[Adrian Fernandez]] na prova e o título de Montoya tenham ficado em segundo plano devido à morte trágica de Greg Moore em um dos mais violentos acidentes da história da categoria.
 
No ano seguinte, em [[28 de outubro]], [[Gil de Ferran]] estabeleceria um novo recorde de velocidade em circuito fechado ao completar uma volta em Fontana a uma velocidade média de 241,428 milhas por hora (388,5 km/h) a bordo do [[Reynard]] [[Honda]] [[Firestone]] da equipe [[Penske]]. E esse recorde até hoje não foi batido e provavelmente não o será por muitos e muitos anos.
 
A CART correria no California Speedway até [[2002]], sempre encerrando a temporada da categoria. Nesse ano de 2002 a pista mais uma vez faria história ao se tornar a primeira pista a receber numa mesma temporada uma prova da [[Indy Racing League|IRL]] e da CART.
 
Na temporada de [[2003]] a IRL iria correr em Fontana no primeiro semestre, mas a prova da CART acabou sendo cancelada em função de incêndios florestais que consumiam o estado da Califórnia na época da prova, no final de outubro e começo de novembro. Isso abalou definitivamente as relações entre a CART e o California Speedway e o fato é que a categoria nunca mais voltaria a correr naquela pista.
 
Com isso a prova da IRL que acontecia no começo da temporada passou para o segundo semestre, aproveitando a data que pertencia anteriormente a CART.
 
A partir da temporada de [[2005]] o [[Texas Motor Speedway]](que então recebia a última etapa da IRL recebeu uma segunda prova do calendário da [[Nascar]] [[Sprint Cup|Nextel Cup]] e por isso abriu mão de realizar a prova final do campeonato da IRL.
 
Com isso, o California Speedway mais uma vez marcou o encerramento de uma temporada, desta vez da IRL. Mas o título já estava definido em favor de [[Dan Wheldon]] há duas corridas antes.
 
O California Speedway foi construído num local próximo as antigas e demolidas pistas do Ontario Motor Speedway e do [[Riverside International Raceway]]. Essas pistas lendárias fizeram parte do calendário da Nascar e dos monopostos da Usac e da Champ Car nos anos 1970 e início dos anos 1980, até sumirem do mapa, engolidos pela crise financeira no fim dos anos 1980. Assim, de certa forma o California Speedway é uma espécie de herdeiro da tradição dessas pistas.
 
Embora seja mais famoso pelo circuito oval de 2 milhas velocíssimo, o California Speedway possui também um miolo que conectado a parte do oval pode ser aproveitado como circuito misto e onde corre atualmente a Grand Am Rolex Series.
=={{Ligações externas}}==
 
Utilizador anónimo