Diferenças entre edições de "Cesare Battisti (ativista)"

328 bytes adicionados ,  13h01min de 19 de janeiro de 2009
sem resumo de edição
m (Revertidas edições por 87.66.38.169 para a última versão por 129.199.98.39 (Huggle))
Condenado por subversão, refugiou-se na [[França]], protegido pelo governo francês do então presidente socialista [[François Mitterrand]]. Durante seu exílio, foi julgado à revelia por quatro homicídios na Itália. Após o governo francês rever sua posição, Battisti fugiu para não ser preso. Em 18 de março de 2007, foi detido em uma operação conjunta da polícia brasileira e francesa no Brasil.
 
Recentemente, o ministro da Justiça brasileiro, [[Tarso Genro]], concedeu o ''status'' de [[refugiado político]] ao ex-militante em uma decisão criticada principalmente por setores da direita brasileira. A decisão teria tido o opoio do governo francês, que teria revisto sua posição por influência da primeira-dama, [Carla Bruni], italiana de nascimento<ref>[http://revistaepoca.globo.com/EditoraGlobo2/Materia/exibir.ssp?materiaId=21545&secaoId=15223| Um lobby à francesa] Revista Época, Edição 557, Janeiro de 2009</ref>
 
==Biografia==
294

edições