Diferenças entre edições de "Daniel de La Touche"

771 bytes adicionados ,  01h25min de 20 de janeiro de 2009
sem resumo de edição
'''Daniel de La Touche''', sob o título de Senhor de La Ravardière, foi um experiente capitão da Marinha Francesa do século XVII. Nobre, de religião protestante, liderou a expedição francesa que, em 1612, deu início as pretensões de colonização no Norte do Brasil. Denominada de [[França Equinocial]], teve seu marco na fundação do "Fort Saint Louis" (Forte de São Luís), que para alguns historiadores viria a ser a cidade de [[São Luís]], atual capital do [[Maranhão]]. La Touche oriundo de Poitou, na região do Loire, viveu grande parte de sua vida em [[Cancale]] com sua esposa, cidade portuária próxima de Saint-Mailo, no Norte da [[França]], na região da [[Bretanha]].
 
==A expedição==
 
Os franceses se coligaram aos tupinambás, o que os ajudaram a erguer a fortificação e um pequena aglomeração de residências, já na expedição de La Touche, porém não foi o bastante para fazer frente a ofensiva portuguesa, liderada por [[Jerônimo de Albuquerque Maranhão]] e [[Alexandre Moura]], que expulsou os franceses da região no final do ano de 1615.
 
==Carta Patente==
Pode-se observar um trecho de documento oficial da corte francesa delegando a La Touche poderes de colonização ao sul da Guiana: ''"de La Ravardière de La Touche, seu lugar-tenente-geral na terra da América, desde o rio das Amazonas até a ilha da Trindade, que teria feito duas viagens diversas às Índias para descobrir portos e rios próprios para abordar e estabelecer colônias, o que teria tão felizmente sucedido que, tendo chegado naquelas bandas, tinha facilmente disposto os habitantes das ilhas do Maranhão e da terra
firme adjacente vista por ele tupinambás, tabajaras e outros a buscar nossa proteção"''
 
==Marcas deixadas no Maranhão==
O sonho de uma colônia francesa no Brasil, deixou algumas marcas na sociedade maranhense, em São Luís existem logradouros e estabelecimentos comerciais com o nome dos conquistadores, bustos, um Colégio Batista com o nome de La Touche e ainda uma marca de café, bastante conhecida. Existe atualmente, uma pretensão de fortalecer os laços entre a região e a França, incentivando inclusive o intercâmbio cultural.
 
==Referências==
Sarney, José e Costa, Pedro. Amapá: terra onde o Brasil começa.
 
==Ligações Externas==
216

edições