Diferenças entre edições de "Trilha das Lágrimas"

1 byte adicionado ,  00h42min de 29 de janeiro de 2009
Verbo "vir": veio, interveio...
(Verbo "vir": veio, interveio...)
O conselho Creek, liderado por [[Opothleyahola|Opothle Yohola]], protestou junto ao governo americano, chamando o tratado de fraudulento. O presidente [[John Quincy Adams]] concordou em tornar nulo o tratado e um novo acordo foi assinado, o Tratado de Washington (1826). [http://digital.library.okstate.edu/kappler/Vol2/treaties/cre0264.htm].
 
Entretanto, o governador Troup da Georgia ignorou o novo documento e começou a pressionar os índios para que deixassem as terras. De início, o presidente Adams interviuinterveio com tropas federais, mas o governador chamou a milícia. Adams, temendo uma guerra civil, cedeu.
 
Forçados a sair da Georgia, os Creeks foram para o [[Território Indígena]]. Cerca de 20.000 nativos dessa tribo permaneciam no Alabama. Então houve uma mudança da lei que obrigava os índios a se submeterem as regras do estado. Opothle Yohola apelou ao presidente Andrew Jackson por proteção no estado, sem sucesso. Então foi assinado o Tratado de Cusseta em 24 de março de 1832, que dividiu as terras Creek em assentamentos individuais. [http://digital.library.okstate.edu/kappler/Vol2/treaties/cre0341.htm]. Com o tratado os Creeks poderiam vender seus assentamentos e conseguir dinheiro, inclusive para se mudarem para o Oeste. Especuladores de terras e aproveitadores começaram a expulsar os índios e a violência levou a chamada "Guerra Creek de 1836". O Secretário da Guerra [[Lewis Cass]] enviou o general [[Winfield Scott]] para colocar termo ao conflito e forçar a remoção dos índios para o Território Indígena ao Oeste do Rio Mississippi.
14 510

edições