Abrir menu principal

Alterações

102 bytes adicionados ,  21h06min de 4 de fevereiro de 2009
informações no lado direito da página
|-
!align="left" valign="top"|PIB por setor
|colspan="2" valign="top"| [[agricultura]] 8,918%, [[indústria]] 13,529%, [[comércio]] e [[serviços]] 77,653% ([[20042007]])
|-
!align="left" valign="top"|[[Inflação]] anual
|-
!align="left" valign="top"|Força de trabalho
|colspan="2" valign="top"| 137380 000
|-
!align="left" valign="top"|Força de trabalho por setor
|-
!align="left" valign="top"|Desemprego
|colspan="2" valign="top"| 712,61% ([[19992003]])
|-
!align="left" valign="top"|Principais indústrias
|}
 
A [[economia]] de [[Fiji]] é uma das mais desenvolvidas do [[Oceano Pacífico]]. A [[exportação]] de [[açúcar]], as remessas de dinheiro feitas por fijianos residentes no exterior, e o [[turismo]] (de 300 a 400 mil turistas por ano visitam o país) são as principais fontes de receitas do país. Entretanto, após o [[golpe de estado]] de Dezembro de [[2006]], tem enfentado dificuldades: o movimento turístico caiu, e espera-se uma redução de 6% dos [[emprego]]s neste setor como conseqüência desta queda. Mais de 70% da força de trabalho está ocupada no setor primário, que responde por menos de 20% do PIB.
 
O açúcar fijiano tem como destino principal a [[União Européia]] (UE), porém esta exportação será afetada após a decisão da UE de cortar os [[subsídio]]s. Em [[2007]] a ajuda econômica da UE ao país foi suspensa, enquanto o governo que assumiu o poder após o golpe de estado não estabelece um cronograma para novas [[eleições]].
101

edições