Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 16h19min de 8 de fevereiro de 2009
m
Desfeita a edição 14136386 de 187.21.140.188 (discussão | contribs)
[[ru:PiP]]
[[sq:PiP]]
 
 
"O Sr. Pip" (Mr. Pip), de Lloyd Jones (tradução de Léa Viveiros de Castro; Editora Rocco; 272 páginas - classificação: ficção, romance neo-zelandês) – O jornalista neozelandês Lloyd Jones (nascido em 1955 em Lower Hutt, na Nova Zelândia e graduado pela Victoria University) cobriu o bloqueio que o governo de Papua-Nova Guiné impôs à ilha de Bougainville durante uma guerra civil nos anos 90. Essa crise compõe o cenário histórico deste delicado e telúrico romance. Após a evacuação da Ilha Bougainville por parte dos estrangeiros, um único homem branco, Mr Watts, também chamado "Olhos Arregalados", permanece no pequeno vilarejo ilhéu. Durante o bloqueio e, na falta de outros, torna-se professor ocupando as instalações de uma escola local. Despreparado para o exercício da profissão e pela falta de matéria específica para as aulas, lê e debate "Grandes Esperanças", clássico do escritor inglês Charles Dickens. Os alunos nativos (todos negros) e, particularmente a pequena Matilda, narradora do livro – se identificam com o órfão Pip, o herói de Grandes Esperanças. Interativamente, os familiares adultos dos alunos também participam das aulas e acrescentam observações pessoais carregadas de simplicidade e toques poéticos, como a dissertação da avó de um dos alunos sobre o "Azul". "O Sr. Pip" ganhou, recentemente, o prêmio "Commonwealth Writer's Prize" e é um dos seis finalistas do prêmio Man Booker de 2009 (cujo vencedor será anunciado em outubro).
 
Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Discuss%C3%A3o:Ilha_de_Bougainville"
4 729

edições