Diferenças entre edições de "Democracia representativa"

2 bytes removidos ,  15h14min de 21 de março de 2009
m
Revertidas edições por 201.51.28.214 para a última versão por Rkt2312 (Huggle)
m (Revertidas edições por 201.51.28.214 para a última versão por Rkt2312 (Huggle))
 
==Críticas a democracia representativa==
Uma das mais frequentes críticas à democracia representativa, além do generalizado desencanto com os políticos profissionais, é que a opinião do Povo só é consultada uma vez a cada quatro anos. E após serem eleitos, os políticos tradicionais podem agir praticamente como bem entenderem, até a próxima eleição...
 
A diferença entre ''dirigentes'' e ''dirigidos'', ou representantes e representados, acaba por afastar a política das praticas cotidianas, afastando duas esferas muito intimas na democracia direta: a política e a vida social. Como menciona CASTORIADIS (1983), ''"a representação "política" tende a "educar" – isto é, a deseducar – as pessoas na convicção de que elas não poderiam gerir os problemas da sociedade, que existe uma categoria especial de homens dotados da capacidade especifica de "governar"'' (p.274) <ref name=CASTORIADiS>CASTORIADIS, Cornelius. ''A fonte húngara. In: Socialismo ou Barbárie. O conteúdo do socialismo.'' São Paulo: Brasiliense, 1983.</ref>
22 804

edições