Abrir menu principal

Alterações

9 bytes adicionados, 13h28min de 15 de abril de 2009
sem resumo de edição
'''Afonso Augusto Moreira Pena Júnior''' ([[Santa Bárbara (Minas Gerais)|Santa Bárbara]], [[25 de dezembro]] de [[1879]] — [[Rio de Janeiro (cidade)|Rio de Janeiro]], [[12 de abril]] de [[1968]]) foi um [[advogado]], [[professor]], [[político]] e [[Literatura|ensaísta]] [[brasil]]eiro. Foi imortal da [[Academia Brasileira de Letras]].
 
== Biografia ==
Era filho do ex-presidente da República [[Afonso Augusto Moreira Pena]] ([[1906]] - [[1909]]), e de Maria Guilhermina de Oliveira Pena.
 
 
==Obras==
* ''A educação pelo escotismo'' ([[1935]])
* ''Crítica de atribuição de um manuscrito da Biblioteca da Ajuda - estudo crítico'' [Imprensa Nacional, Rio de janeiro], ([[1943]])
* ''A Arte de Furtar e o seu autor'' - ensaio, 2 vols., Livraria José Olympio, Rio de Janeiro e São Paulo, [[1946]].
 
== [[Imagem:Lorbeerkranz.png|40px]] Academia Brasileira de Letras ==
Foi eleito membro da [[Academia Brasileira de Letras]] em [[22 de maio]] de [[1947]] e tomou posse da cadeira número 7 em [[14 de agosto]] de [[1948]], pelas mãos do acadêmico [[Alceu Amoroso Lima]].
 
{{Ministros da Justiça do Brasil}}
{{Ministros do Interior do Brasil}}
{{Academia Brasileira de Letras}}
 
{{DEFAULTSORT:Afonso Pena Junior}}
[[Categoria:Membros da Academia Brasileira de Letras]]
[[Categoria:Mineiros de Santa Bárbara]]
 
{{Seminterwiki}}