Abrir menu principal

Alterações

27 bytes adicionados ,  06h00min de 24 de abril de 2009
Por essa altura, durante o governo de [[Agapito Colona]] como [[arcebispo de Lisboa|bispo de Lisboa]], foi fundada a primitiva Igreja Matriz, entretanto reconstruída e ampliada.
 
Por altura da [[crise de 1383-1385]], uma quinta aí situada, pertença do [[judeu]] David Negro, almoxarife das alfândegas reais no reinado de D. Fernando, foi confiscada e entregue prontamente a [[Nuno Álvares Pereira]], que aí passou alguns anos com sua mãe, antes de professar no [[Convento do Carmo (Lisboa)|Convento do Carmo]]. Nessa quinta fundou o [[Condestável do Reino|Condestável]] uma capela consagrada a Nossa Senhora do Socorro, a qual viria a doar aos [[Carmelitas]], que aí fundaram um convento, extinto em [[1834]].
 
Por via de Nuno Álvares Pereira, Camararate viria a ser integrada, mais tarde ainda, com muitas terras vizinhas, no património da [[Duque de Bragança|Casa de Bragança]].
51 282

edições