Teseu: diferenças entre revisões

1 785 bytes adicionados ,  20h19min de 24 de fevereiro de 2006
sem resumo de edição
m (Bot: Adicionando: el)
O lendário herói grego [[Teseu]] derrotou o [[Minotauro]], monstro que habitava o célebre labirinto mantido pelo rei [[Minos]], na ilha de [[Creta]].
 
Teseu era filho de [[Egeu (mitologia)|Egeu]], rei de [[Atenas]], e [[Etra]], filha do sábio [[Piteu]], rei de Trezena, na Argólida, onde nasceu. Egeu, antesdescendente de retornarErictônio, areinava seuem reino,Atenas esconderae suanão espadatinha sobdescendentes, umaapesar pesadadas rochatentativas ede recomendarapraxe. aTinha Teseuno queentanto numerosos asobrinhos, procurasseos quandopalântidas fosse(filhos bastantede forteum parairmão levantá-la.chamado Com 16 anosPalas), Teseuque pôdeesperavam realizarpacientemente asua façanhamorte epara foidividir aoa encontroÁtica doentre paisi.
 
O rei decidiu fazer uma consulta ao oráculo de Delfos, que o aconselhou "a não abrir o odre de vinho antes de chegar a Atenas". Na volta dessa viagem parou em Trezena, onde reinava Piteu, filho de Pélops e Hipodâmia, dotado de poderes divinatórios. Egeu confessou ao amigo que não entendera nada, mas Piteu entendeu tudo. Ele tinha uma bela filha, Etra e, depois de embebedar Egeu com vinho, fez a moça se unir a ele. Em algumas versões da lenda o deus Posídon, apaixonado por Etra, também se unira a ela antes, nessa mesma noite.
Decidido a livrar Atenas do pesado tributo devido a Creta, de sete moças e sete rapazes que eram devorados pelo Minotauro todos os anos, o herói seguiu para essa cidade como se fosse um dos jovens sacrificados. Antes de penetrar no labirinto do Minotauro, recebeu de [[Ariadne]], filha de Minos, rei de Creta, um novelo de lã para marcar o caminho de volta. Assim, conseguiu matar o monstro e se salvar com os companheiros. Por descuido, o barco de Teseu retornou a Atenas com as velas pretas que indicavam luto. Desesperado, Egeu se jogou no mar.
Etra engravidou. Antes de conhecer o filho, porém, Egeu teve de voltar a Atenas, pois a situação estava um pouco instável devido à ambição dos sobrinhos. Por esse motivo, inclusive, o rei pediu a Etra que, se ela desse à luz um menino, só revelasse ao filho quem era seu pai quando ele tivesse forças para pegar a espada e as sandálias que ele escondera sob uma enorme pedra. Depois disso devia ir em segredo até Atenas, pois os ambiciosos palântidas eram capazes de matá-lo.
 
Nasceu um menino, que cresceu vigoroso e forte como um herói. Aos dezesseis anos seu vigor físico era tão impressionante que Etra decidiu contar-lhe quem era o pai e o que se esperava dele. Teseu ergueu então a enorme pedra antes movida por Egeu, recuperou a espada e as sandálias do pai, e dirigiu-se para Atenas.
Egeu reconheceu seu filho ao ver a espada e as sandálias e anunciou a todos que Teseu era seu filho e herdeiro.
 
 
'''Teseu e o Minotauro'''
 
Decidido a livrar Atenas do pesado tributo devido a Creta, de sete moças e sete rapazes que eram devorados pelo [[Minotauro]] todos os anos, o herói seguiu para essa cidade como se fosse um dos jovens sacrificados. Porém, antes de deixar Atenas, combinou com seu pai, Egeu, um sinal: se tudo ocorresse bem, o navio retornaria com velas brancas; caso contrário, com velas negras.
 
Decidido a livrar Atenas do pesado tributo devido a Creta, de sete moças e sete rapazes que eram devorados pelo Minotauro todos os anos, o herói seguiu para essa cidade como se fosse um dos jovens sacrificados. Antes de penetrar no labirinto do Minotauro, recebeu de [[Ariadne]], filha de Minos, rei de Creta, se apaixonou por ele e lhe deu um novelo de lã para marcar o caminho de volta. Assim, conseguiu matar o monstro e se salvar com os companheiros. Por descuido, o barco de Teseu retornou a Atenas com as velas pretas que indicavam luto. Desesperado, Egeu se jogou no mar. E segundo a lenda, em sua homenagem se deu esse nome ao [[Mar Egeu]]
 
O herói assumiu então o governo: uniu os povos da Ática, com capital em Atenas, adotou o uso da moeda, criou o Senado, promulgou leis e instaurou a base da democracia. Cumpridas essas tarefas, Teseu retomou à vida de aventuras. Depois de lutar contra as amazonas, uniu-se à rainha delas, Antíope.
 
[[Categoria:Mitologia grega]]
 
 
 
[[ca:Teseu]]
9

edições