Diferenças entre edições de "O Senhor dos Anéis"

1 042 bytes adicionados ,  14h18min de 3 de junho de 2009
(Desfeita a edição 15443221 de 201.57.3.219 (discussão | contribs))
[[Imagem:Hand of Sauron.jpg|180ppx|thumb|left|A mão de Sauron]]
 
O pano de fundo da história é revelado enquanto o livro progride, e elaborado também nos apêndices, no [[Silmarillion]] e em [[Contos Inacabados]], os últimos publicados após a morte de Tolkien. Começa milhares de anos antes da ação no livro, com a ascensão do epônimo senhor dos anéis, senhor escuro [[Sauron]], possuidor de grandes poderes supernaturais, que governava o temido reino de [[Mordor]]. No fim da [[Primeira Era]] da [[Terra Média]], Sauron sobreviveu à catastrófica derrota e o exílio de seu mestre, a figura fundamental do mal, [[Morgoth]] e durante a [[Segunda Era]] Sauron planejou ganhar o domínio sobre a Terra Média. SobEnquanto os reis do oeste habitavam a ilha de Númenor, e lá prosperavam, eles começaram a ter cada vez mais interesse na terra-média, já que lhes foi imposto uma proibição de navegar ainda mais para o oeste, em direção a Valinor. Numa dessas viagens, um certo rei conheceu Gil-Galad e Elrond (irmão do primeiro rei de Númenor)e assim ficou sabendo dos planos de Sauron. Após longos anos, os homens de Númenor invadiram a Terra-média e capturaram Sauron, levando-o para a ilha de Númenor. Lá, tempos depois, ele começou a perverter o rei ganancioso, e logo os homens pararam de adorar os Valar e começaram a adora Melkor (Morgoth), no pico mais alto da ilha. Descontentes com isso, os Valar mandaram uma onda gigante eliminar Númenor do Mapa. Se salvaram apenas Elendil e seus filhos, Isildur (antecedente de Aragorn) e Anárion, junto com seu povo, que ainda louvava os Valar, chamados de fiéis. Assim acabaou a segunda era. Sauron conseguiu escapar em forma de espírito, e tempos depois ele reassumiu forma material e, sob aparência de "Annatar" ou ''senhor dos presentes'', ajudou os elfos ferreiros de [[Eregion]], e fomentou a forja dos anéis mágicos que conferenciaram vários poderes e habilidades aos seus portadores, mas [[Celebrimbor]], líder dos elfos ferreiros (muito talentoso e neto de [[Fëanor]] que criara as [[Silmarils]] na Primeira Era), os tinha forjado independentemente de Sauron. Os mais importantes destes foram os dezenove [[anéis do poder]] ou os Grandes Anéis.
 
Então Sauron forjou secretamente um Grande Anel para si próprio, o [[Um Anel]], pois planejava escravizar os portadores dos outros anéis do poder. Este plano falhou em parte porque os elfos tomaram ciência dele e esconderam seus anéis, os [[Três Anéis Élficos]], dando-os aos Sábios de seu tempo ([[Galadriel]], [[Círdan]] e [[Gil-Galad]]). Nesses, Sauron jamais tocou. Sauron lançou-se então à guerra, durante a qual capturou dezesseis dos anéis do poder e os distribuiu aos senhores e aos reis dos anões e dos homens. Estes anéis foram conhecidos como os sete e os nove respectivamente. Os Senhores Anões se provaram demasiado resistentes à escravização, embora seu desejo natural para a riqueza, especialmente ouro, aumentasse; isto trouxe muitos conflitos entre eles e outras raças. Dos sete Anéis que tinham sido dados aos Senhores Anões, Sauron recuperou os que não tinham sido destruídos, e dos nove Anéis presenteados aos Homens, Sauron trouxe todos para sua custódia. Esses humanos portadores dos Nove lentamente se corromperam e transformaram-se conseqüentemente nos morto-vivos ,[[Nazgûl]], os Espectros do Anel, os servos mais temidos de Sauron.
1

edição