Abrir menu principal

Alterações

80 bytes adicionados, 21h01min de 7 de junho de 2009
sem resumo de edição
Enquanto quase todas as nações concordam com o princípio que a [[ONU]] precisa de uma reforma que inclui expansão, poucos países desejam negociar ''quando'' a reorganização deve acontecer. Também há descontentamento entre os membros permanentes atuais quanto à inclusão de nações controversas ou países não apoiados por eles. Por exemplo, a [[República Popular da China]] é contra a entrada do [[Japão]] e a [[Alemanha]] não recebe apoio dos [[EUA]].
 
A [[França]] e o [[Reino Unido]] anunciaram que apóiam as reivindicações do G4, principalmente a [[Alemanha]] e o [[Brasil]]. Uma questão importante são os países vizinhos (com chances menores de ingressar) aos que propõem a entrada que freqüentemente são contra os esforços do G4 — o [[Paquistão]] é contra a entrada da Índia, a [[Coréia do Sul]] ée a [[China]] são contra o Japão, a [[Argentina]] ée o [[México]] são contra o [[Brasil]] e a [[Itália]] é contra a Alemanha, formando um grupo que ficou conhecido como [[Coffee Club]], contra a expansão do Conselho por aqueles que a propõem.
 
Em [[4 de agosto]] de [[2005]] foi anunciado que a China e os EUA entraram em acordo para bloquear a proposta do G4 [http://www.bloomberg.com/apps/news?pid=10000087&sid=aWnfrcQ19azc&refer=top_world_news].
Utilizador anónimo