Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 14h08min de 9 de junho de 2009
sem resumo de edição
O {{PEPB|mesão|méson}} é uma [[partícula subatômica]] (um [[Hádron]]) composta por um [[quark]] e por um [[antipartícula|antiquark]] de [[carga de cor]] oposta. Frequentemente, um par de quark e antiquark não ocorre isoladamente, mas, em vez disso, mistura-se com outros de modo a que os quarks fiquem com uma sobreposição de [[sabor]]es (como sempre, os sabores mais semelhantes em massa misturam-se mais). Os Mésons mesoscalares (de [[spin]] 0) têm a energia mais baixa, e o quark e o antiquark têm spin oposto; nos Mésons vetoriais (de spin 1), o quark e o antiquark têm spin paralelo. Ambos surgem em versões de maior energia quando o spin é aumentado por [[momentum angular]] orbital. A maior parte da [[massa]] de um Méson provém da [[energia de ligação]] e não da soma das massas dos seus componentes. Todos os Mésons são instáveis.
 
Os mesões foram originalmente previstos como transportadores da força que liga os [[Próton]]s e os [[Nêutron]]s no núcleo. Quando foi descoberto, o [[Múon]]s foi identificado como membro da família devido à sua massa semelhante e foi-lhe dado o nome de "Méson mu". No entanto, verificou-se que não mostra uma atracção forte pela matéria nuclear. Na realidade, é um [[Lepton]]. Mais tarde, descobriu-se o [[Píon]], e verificou-se que é este o verdadeiro transportador da força e que decai num muão.
 
{| border="1" cellspacing="0" cellpadding=" 2"
Utilizador anónimo