Diferenças entre edições de "Líder Supremo do Irão"

64 bytes adicionados ,  00h57min de 18 de junho de 2009
sem resumo de edição
{{Política Irão}}
 
O '''Líder Supremo do''' {{PEPB|Irão|Irã}} (em pársi, رهبر انقلاﺏ, [[translit.]] ''Rahbar-e enqelāb'': "Guia da Revolução") é o cargo supremo na [[Irão|República Islâmica do Irão]]. Foi criado em [[1979]] no contexto da Revolução Islâmica. Desde [[Junho]] de [[1989]] que, o cargo é desempenhadoocupado pelo [[aiatolá]] [[Ali Khamenei]], que sucedeu ao aiatolá [[Khomeini]]. O Líder Supremo é a autoridade máxima em termos políticos e religiosos.
[[File:Grand Ayatollah Ali Khamenei,.jpg|thumb|left|200px|[[Aiatolá]] [[Ali Khamenei]]]]
 
 
== Eleição ==
O Líder Supremo do Irão''Rahbar'' é eleito pela [[Assembleia dos Peritos]], órgão eleito pelo povo composto por clérigos, que pode revogar esta decisão. Na falta de um líder adequado, a Assembleia pode designar uma comissão que execute as mesmas funções.
 
Os artigos 5º e 109º da [[Constituição do Irão]] explicitam o perfil do Líder Supremo. Deve ser um conhecedor da [[Fiqh|jurisprudência islâmica]], ser justo e piedoso, gozar de estima entre a população. Deve também possuir características que demonstrem a sua perspicácia política e social, bem como prudência e coragem.
 
== Deveres ==
OOs deveres do Líder Supremo encontram-se consignados no artigo 110º da constituição. Ele é responsável pela nomeação do chefe do poder judicial, do chefe das forças militares, do chefe das forças de segurança, assim como seis dos doze membros do [[Conselho dos Guardiães]]. Nomeia ainda os directores da [[IRIB]], a emissora iraniana de rádio e televisão. Deve mediar as disputas entre os três poderes - executivo, legislativo e judiciário.
Os deveres do Líder Supremo encontram-se consignados no artigo 110º da constituição.
 
OAo Líder''Rahbar'' Supremocompete assinaassinar o decreto que regista a eleição, pelo povo, do [[Presidente do Irão]], podendo demitidestituí-lo, caso se entenda que este não governa segundo o estabelecido na constituição. Pode também reduzir ou anular penas.
O Líder Supremo é responsável pela nomeação do chefe do poder judicial, do chefe das forças militares, do chefe das forças de segurança, assim como seis dos doze membros do [[Conselho dos Guardiães]]. Nomeia ainda os directores da [[IRIB]], a emissora iraniana de rádio e televisão. Deve mediar as disputas entre os três poderes - executivo, legislativo e judiciário.
 
ControlaPode também reduzir ou anular penas e controla as ''bonyads'', - fundações que foram criadas a partir da confiscação dos bens do [[xá]] e que se transformaram em empresas estatais.
O Líder Supremo assina o decreto que regista a eleição pelo povo do [[Presidente do Irão]], podendo demiti-lo, caso se entenda que este não governa segundo o estabelecido na constituição. Pode também reduzir ou anular penas.
 
Controla também as ''bonyads'', fundações que foram criadas a partir da confiscação dos bens do [[xá]] e que se transformaram em empresas estatais.
 
== Ver também ==