Diferenças entre edições de "Seleuco IV Filopátor"

35 bytes adicionados ,  22h50min de 26 de junho de 2009
wikif
m (Bot: Adicionando: da:Seleukos 4. af Seleukideriget; mudanças triviais)
(wikif)
[[Ficheiro:SeleucusIV.JPG|thumb|350px|Moeda de Seleuco IV Filopáter.]]
'''Seleuco IV Filopáter''' (do gr: '''Σέλευκος Φιλοπάτωρ''', "'''que ama a seu pai'''" ) ([[218 a.C.]]-[[175 a.C.]]), foi o sétimo rei da [[Dinastia Selêucida]]. Era filho do rei [[Antíoco III Magno]] e da rainha [[Laodice III]] (filha do rei [[Mitrídates II]] do Ponto).
 
Reinou de 187 a.C. a 175 a.C. Embora o império que herdou não fosse tão grande como o de seu pai antes da guerra com Roma (190-189), ele ainda era de tamanho considerável consistindo da [[Síria]] (incluindo a [[Cilícia]] e a [[Palestina]]), [[Mesopotâmia]], [[Babilônia]], [[Pérsia]] e [[Média]].
 
== Reinado ==
Em [[196 a.C.]] a Trácia fora adicionada ao [[Império Selêucida]], a qual Seleuco é nomeado governador. No ano de [[190 a.C.]] ele cerca a cidade de Pérgamo, aliada de Roma e toma parte na [[Batalha de Magnésia]], na qual os romanos saíram vitoriosos. Em 189 a.C. torna-se co-governador de seu pai.
 
Em 196 a.C. a Trácia fora adicionada ao Império Selêucida, a qual Seleuco é nomeado governador. No ano de 190 a.C. ele cerca a cidade de Pérgamo, aliada de Roma e toma parte na Batalha de Magnésia, na qual os romanos saíram vitoriosos. Em 189 a.C. torna-se co-governador de seu pai.
 
Com a morte do rei Antíoco em 3 de julho de 187 a.C. Seleuco torna-se rei e tenta restaurar o Império por meios diplomáticos. Casou sua filha Laodice V com o rei macedônio Perseu, o que foi considerado pelo rei Eumenes II Sóter de Pérgamo como um ato anti-romano. No mesmo ano ele envia seu filho Demétrio como refém a Roma; em contrapartida, seu irmão, Antíoco volta de lá.
18 242

edições