Abrir menu principal

Alterações

40 bytes adicionados, 02h24min de 30 de junho de 2009
'''[[Evolução humana]]'''
 
Os tempos mais remotos da história da humanidade registram o primeiro uso do ocre associado ao princípio feminino{{carece de fontes}}. A ''Mãe terra'' ou [[Deusa Mãe]] supria os neolíticos com o ocre vermelho que lhes dava poderes de criação{{carece de fontes}}. A [[Bíblia]] teria mantido esta relação com a mulher e a terra ([[réia]]) na medida em que [[Adão]] (do hebraico אדם relacionado tanto a ''adamá'', ''solo vermelho'' ou ''do barro vermelho'', quanto a ''adom'', ''vermelho'', e ''dam'', ''sangue'') foi criado a partir do barro (argila) vermelho. A relação da cor vermelha com o princípio ainda sobrevive no [[Japão]] <ref> [http://www.webexhibits.org/pigments/indiv/color/reds.html ''WebExhibits'', ''Pigments through the ages'', Red] </ref>.
 
*A mais antiga e inequívoca evidência para a cultura humana vem do sítio arquelógico das Cavernas de Blombos ao sul da [[África]], aonde foram encontrados dois pedaços de ocre gravados com desenhos abstratos, muitas vezes considerada a primeira arte da história humana ao lado de conchas cravadas para uso como jóia e um complexo agregado de instrumentos, tais como ossos primorosamente produzidos. O achado é datado de 75.000 anos atrás. É amplamente cogitada que a presença de uma cultura assim complexa indica o uso de uma linguagem humana moderna <ref> Edgar, Blake. 2008 [http://www.archaeology.org/0803/abstracts/letter.html "Letter from South Africa."] ''Archaeology'' 61.2, March-April 2008. </ref>.