Polícia Científica (Itália): diferenças entre revisões

2 bytes adicionados ,  13h13min de 6 de julho de 2009
sem resumo de edição
(→‎Atribuições: Manutenção)
Esse serviço teve a sua origem em [[1902]], quando o Professor [[Salvatore Ottolenghi]] fundou na Itália a ''Escola Superior de Polícia Científica''.
==Organização==
O serviço de polícia científica, subordinado à ''Direção Central Anticrime'' da Polícia do Estado, é estruturado a partir de uma direção sediada em [[Roma]], com unidades descentralizadas em outros treze gabinetes regionais localizados em [[Ancona]], [[Bari]], [[Bolonha]], [[Cagliari]], [[Catania]], [[Florença]], [[Genova]], [[Milão]], [[NapoliNápoles]], [[Padova]], [[Palermo]], [[Reggio Calabria]] e [[Turim]].
 
Os gabinetes regionais coordenam os gabinetes provinciais, distribuídos por todo o território do país, exercendo atribuições localizadas no âmbito das ''questuras'' (delegacias regionais da Polízia di Stato).
Utilizador anónimo